A Nokia possui uma coleção razoável de celulares estranhos e completamente inusitados em seu extenso portfólio de aparelhos móveis e nós já apresentamos um compilado desses modelos em um artigo aqui no TecMundo. Era uma época de liberdade total para a loucura dos designers, que lançavam dispositivos nada semelhantes entre si como são hoje.

Pois bem: a Motorola também tem sua lista de aparelhos incomuns. A empresa conta com celulares tão bizarros quanto a Nokia, de uma época que a inovação não ficava restrita apenas aos hardwares e aos softwares.

Diante de aparelhos tão parecidos como são os smartphones de hoje, fica a pergunta: ousar tanto no design era realmente um diferencial? Confira a lista abaixo e tire suas próprias conclusões.

1. Motorola V100

Lançado em 2000, esse aparelho parecia uma mistura de notebook da Xuxa, Nintendo DS e agenda eletrônica. O V100 era também conhecido como Motorola V.box e possuía um revestimento em plástico semitransparente que conferia uma cara de brinquedo ao dispositivo.

Além disso, o V100 contava com um teclado QWERTY disposto de uma forma bem estranha na parte inferior do aparelho. O telefone contava ainda com uma tela monocromática de 126 X 64 pixels e bateria de 600 mAh.

2. Motorola V70

Não sabemos no que a Motorola se inspirou para criar esse smartphone bisonho, mas é fato que ele tem um design completamente inusitado e icônico. O fato mais curioso sobre o V70 é o seu mecanismo giratório que esconde o teclado quando é fechado.

O dispositivo conta com um pequeno e bonito visor preto e branco com uma resolução de apenas 96 x 64 pixels. A Motorola lançou o V70 em 2002, apenas nos Estados Unidos.

3. Motorola A925


Esse aparelho parece um Nokia, mas é um Motorola. Lançado em 2003, o A925 era baseado no Symbian OS, o saudoso sistema operacional da Nokia projetado para smartphones que não resistiu ao tempo e sucumbiu ao Windows Phone.

O A925 foi bastante revolucionário para a época por oferecer características inovadoras, como uma tela touchscreen resistiva de 208 x 320 pixels, caneta stylus, conectividade 3G, GPS e duas câmeras (incluindo uma frontal para chamadas de vídeo).

4. Motorola MOTOJEWEL

Lançado no final de 2008, o MOTOJEWEL, como o próprio nome diz, parece-se com uma joia. Ou tenta parecer. O dispositivo de flip tem um design completamente robusto e elegante, mas carecia de configurações mais poderosas (para a época).

O aparelho era equipado com uma tela interna de 2 polegadas QVGA e uma tela externa OLED de 128 x 160 pixels, além de teclas de músicas sensíveis ao toque.

5. Motorola Aura

O Motorola Aura é um parente do V70, pois ambos contam com um design parecido. Entretanto, o que diferencia os dispositivos é que o Aura é o primo rico, criado em aço inoxidável e voltado para o mercado de luxo.

O aparelho foi o primeiro celular do mundo a oferecer um display circular, de 1, 55 polegadas (480 pixels de diâmetro). O Aura era equipado com 2 GB de memória interna, câmera de 2 MP e custava na época 2 mil dólares (aproximadamente R$ 4,5 mil na cotação atual).

6. Motorola Ming Series

Usar uma película na tela do smartphone é praticamente uma obrigação nos dias de hoje, principalmente se você costuma ser bem desastrado. A Motorola parece que anteviu os problemas acidentais que acontecem com o visor, lançando entre 2005 e 2011 diversos modelos com tampas flips transparentes.

Essas telas não serviam para mais nada além de proteger o display do aparelho de eventuais acidentes. A Ming Series foi desenvolvida para o mercado chinês, sendo que os primeiros modelos foram equipados com Linux e os mais novos com Android.

7. Motorola Clutch i465

O Motorola Clutch i465 foi lançado em 2009 e não chega a ser um aparelho estranho ou feio, apesar do seu design bem duvidoso e diferenciado. Entretanto, o dispositivo continha configurações bem robustas para a época em que surgiu no mercado.

Ele foi o primeiro aparelho da Motorola a contar com a tecnologia de comunicação móvel iDEN, que fornece serviços de rádio aos usuários de celular.  O aparelho também era equipado com um teclado QWERTY completo, display de 1,8 polegadas com 120 x 160 pixels, tecnologia Bluetooth e câmera VGA.

8. Motorola FLIPOUT

O Motorola FLIPOUT chegou ao mercado em 2010, e apresentava uma tela que deslizava em 180° e revelava um teclado QWERT. Ele foi lançado apenas um ano após a Nokia ter apresentado o Twist, que é idêntico ao modelo da Motorola. Ou melhor, o FLIPOUT que é idêntico ao aparelho da Nokia.

O FLIPOUT conta com uma tela touchscreen QVGA de 2,8 polegadas, câmera traseira de 3MP e era equipado com a versão 2.1 do Android.

9. Motorola MILESTONE

À primeira vista, o Motorola MILESTONE parece um smartphone comum. Mas basta dar uma olhada com mais atenção para perceber seus detalhes inusitados. De frente é possível ver que ele conta com uma pequena lombada no canto inferior direito com um botão para fotos e mais dois botões físicos que permitiam alternar entre as funções da câmera (foto, vídeo ou galeria).

Além disso, a parte traseira conta dois declives muito estranhos que revelam a vontade da Motorola em deixar o aparelho bem mais fino. Como não foi possível fazer isso em todo o dispositivo, ela adaptou, né?

O aparelho é equipado com uma tela de 3,7 polegadas com 480 x 854 pixels. Foi lançado em 2010 equipado com Android 2.1, câmera de 8 MP e flash Xenon, o primeiro modelo do robozinho verde a chegar com esse tipo de iluminação para fotos.

10. Motorola WILDER

O WILDER foi lançado em 2011 e talvez seja um dos últimos aparelhos da Motorola a contar com um design diferenciado. O aparelho chegou com um preço mais acessível e era resistente a pingos e poeira.

O dispositivo contava com suas telas separadas na parte frontal do aparelho: uma QVGA de 2,8 polegadas e uma OLED monocromática secundária que ficava logo abaixo, usada para notificações, e com resolução de 96 x 16 pixels. O mais curioso: o aparelho não era um smartphone.

Cupons de desconto TecMundo: