Banco do Brasil reduz taxas de financiamento de carros elétricos

1 min de leitura
Imagem de: Banco do Brasil reduz taxas de financiamento de carros elétricos
Imagem: Shutterstock

De acordo com informações divulgadas na última semana, o Banco do Brasil está preparando uma iniciativa para reduzir as taxas de financiamento de carros híbridos e elétricos novos, ou com até dois anos de fabricação, em até 0,5%. A novidade surge em um momento em que a popularidade dos veículos elétricos aumenta em todo o mundo.

A partir de agora, as taxas mínimas são de 1,09% ao mês, e a novidade faz parte de um incentivo do banco para os clientes adquirem veículos elétricos — dessa forma, o BB pode aumentar a carteira de negócios sustentáveis da empresa.

A carteira sustentável do banco já somava R$ 289 bilhões em saldo até o final do primeiro trimestre de 2022 e, assim, a nova iniciativa prevê aumentar os números do BB nos próximos anos — o valor já representa cerca de um terço da carteira do banco.

A carteira de negócios sustentáveis do BB cresceu 10,8% durante o último ano.A carteira de negócios sustentáveis do BB cresceu 10,8% durante o último ano.Fonte:  Shutterstock 

Incentivando o mercado sustentável

“Incentivá-los a optarem por veículos que diminuam significativamente as emissões de gases do efeito estufa contribui com a promoção de uma economia verde, de baixo carbono, e reforça nosso compromisso com o desenvolvimento sustentável do nosso país”, disse o vice-presidente de governo e sustentabilidade empresarial do BB, Antonio Barreto.

O banco realiza o financiamento de até 100% do valor do veículo elétrico ou híbrido em um esquema de parcelamento de 2 a 60 meses, ou seja, cerca de 5 anos. A carência pode ser de até de 180 dias para o pagamento da primeira prestação.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.