Tesla está substituindo câmeras defeituosas nos Model S, X e 3

1 min de leitura
Imagem de: Tesla está substituindo câmeras defeituosas nos Model S, X e 3
Imagem: Shutterstock
Avatar do autor

A Tesla está substituindo câmeras repetidoras defeituosas instaladas nos para-lamas dianteiros de centenas de veículos das linhas Model S, X e 3, produzidos em sua fábrica de Fremont, nos EUA. Embora a empresa não tenha ainda optado por um recall, uma correspondência interna de novembro obtida pela CNBC revela que os funcionários das assistências técnicas já estão autorizados a fazer o serviço gratuitamente.

As câmeras repetidoras dos carros da Tesla fazem parte dos recursos de assistência ao motorista, compostos pelo piloto automático e seu sistema de navegação, bem como do sistema de estacionamento automático Smart Summon. Posicionadas abaixo e um pouco à frente dos espelhos retrovisores laterais dos para-lamas dianteiros, as câmeras detectam marcações de faixa, veículos e objetos na pista.

O que acontece quando as câmeras repetidoras não funcionam?

Fonte: Tesla/Divulgação.Fonte: Tesla/Divulgação.Fonte:  Tesla 

Quando as câmeras repetidoras param de funcionar por qualquer motivo, o que os motoristas conseguem ver no painel principal do veículo é apenas uma caixa preta ou um vídeo instável, muitas vezes com a mensagem de que a função Autopilot está limitada. Os dois funcionários que forneceram cópia do aviso interno para a CNBC disseram que esse tipo de procedimento pode preceder um recall voluntário.

No caso das câmeras, cujo defeito já foi identificado pela Tesla nas placas de circuito impresso (PCB na sigla em inglês) dos instrumentos ópticos, qualquer proprietário de veículo que perceber o problema pode se qualificar para receber um reparo de "boa vontade", como definem os funcionários. O termo "boa vontade" indica que, ao contrário de um reparo comum, todas as despesas correm por conta da fabricante

Fontes