Tesla substituirá sensor de radar do Autopilot por câmeras

1 min de leitura
Imagem de: Tesla substituirá sensor de radar do Autopilot por câmeras
Imagem: Vlad Tchompalov via Unsplash
Avatar do autor

A Tesla anunciou, nesta terça-feira (25), que os sensores de radar vão dar espaço ao sistema Tesla Vision, que opera a partir de imagens capturadas pelas câmeras acopladas aos veículos da fabricante. Inicialmente, a mudança será implementada nos novos Model 3 e Model Y destinados aos países da América do Norte.

O CEO da fabricante e usuário assíduo do Twitter, Elon Musk, não deixou de comentar a novidade na rede social. Em resposta a uma publicação sobre o assunto, o executivo confirmou a substituição da tecnologia, informando que será liberada uma atualização para novos produtos em duas semanas. A partir disso, o sistema avançado de direção autônoma do Autopilot, o Full Self–Driving (FSD), será alimentado com o Tesla Vision.

Limitação de recursos nos veículos

Embora essa transição esteja nos planos da fabricante há algum tempo, o software segue em desenvolvimento e não há, até o momento, informações suficientes sobre o seu funcionamento.

Segundo as informações já reveladas, os sensores devem continuar nos modelos. No entanto, funções conhecidas, como o Autosteer, o Smart Summon e o Emergency Lane Departure Avoidance, sofrerão restrições. A fabricante, contudo, afirmou que a ação é apenas temporária e, assim que as atualizações de software forem liberadas, tais recursos serão reativados.

a  Austin Ramsey via Unsplash/Reprodução 

Até lá, a função de piloto automático, Autosteer, responsável por pode manter o carro centralizado em uma pista, somente poderá ser utilizada a 120 km/h ou menos. Outro recursos importante, conhecido como Emergency Lane Departure Avoidance, que emite alertas quando o carro está saindo das pistas durante o uso do Autopilot, também estará de "férias" nesse período.

Críticas ao Tesla Vision

A despeito da limitação temporária de recursos, muitos usuários criticaram a mudança. Isso porque, embora câmeras ofereçam uma "visão" com maior qualidade, elas são menos eficazes em determinadas condições climáticas, como durante tempestades, e têm precisão reduzida durante a noite. Além disso, o sistema exige um intenso processamento de dados, que talvez não seja alcançado pelos veículos da fabricante.

a  Cam Bradford via Unsplash/Reprodução 

Por outro lado, sensores de radar possuem um alcance maior, bem como precisão elevada em termos de distância e velocidade do objeto – o que independe das condições climáticas do momento. E sim, essa tecnologia possui resolução inferior em comparação ao Tesla Vision, mas nada que não pudesse ser melhorado com novos investimentos.