Mesmo contra a lei, Tesla Cybertruck terá retrovisores removíveis

1 min de leitura
Imagem de: Mesmo contra a lei, Tesla Cybertruck terá retrovisores removíveis
Imagem: Tesla
Avatar do autor

O CEO da montadora Tesla, Elon Musk, confirmou que a picape elétrica Cybertruck será mesmo lançada com espelhos retrovisores nas laterais — o que não foi bem visto por parte da comunidade, que prefere o veículo sem o acessório, assim como nas imagens de divulgação e no conceito do modelo.

Em resposta a uma reclamação feita por um seguidor no Twitter, o próprio Musk confirmou a inclusão dos retrovisores, mas garantiu que eles são "facilmente removíveis pelos donos".

O problema está na legislação: como aponta o site Business Insider, a inclusão de retrovisores em carros é obrigatória nos Estados Unidos, seguindo as normas da National Highway Traffic Safety Administration (NHTSA), entidade do governo que cuida da segurança do trânsito no país.

Tendência?

Esse não é o primeiro modelo do mercado que abandonou os retrovisores no formato tradicional: outros conceitos de carros elétricos já substituíram os espelhos por câmeras ou sensores mais discretos. Entretanto, o NHTSA segue exigindo o acessório em seu formato mais tradicional.

O órgão já chegou a discutir a eventual liberação de câmeras, mas nenhuma decisão foi tomada até o momento. O Cybertruck foi adiado pela Tesla e as primeiras unidades começam a ser fabricadas e enviadas em 2022 a quem primeiro realizou a reserva.