1º projeto de Hyperloop para aplicação comercial é revelado

1 min de leitura
Imagem de: 1º projeto de Hyperloop para aplicação comercial é revelado
Avatar do autor

A Hyperloop Transportation Technologies (HyperloopTT) apresentou as imagens do seu primeiro sistema de transporte em escala comercial nesta terça-feira (30). O design inspirado na natureza será a base para as estações que a companhia construirá ao redor do mundo.

Projetado para ser uma estrutura amplamente sustentável, o projeto foi desenvolvido em colaboração com o escritório de arquitetura Dar Al-Handasah. O trabalho também teve a participação das empresas irmãs Perkins + Will, TYLin e Currie & Brown.

Imagem do interior da estação HyperloopTT.Imagem do interior da estação HyperloopTT.Fonte:  HyperloopTT/Divulgação 

O projeto da HyperloopTT apresenta um sistema integrado para circulação de cápsulas e passageiros. Usando trens de alta velocidade, ele visa criar conectividade regional oferecendo um transporte eficiente que suporte grande fluxo de pessoas.

As instalações priorizam a sustentabilidade e usam energia renovável como painéis solares otimizados. Mostrando-se um potencial aliado no combate à crise climática, estima-se que ele possa reduzir as emissões de CO2 em até 143 milhões de toneladas.

“O sistema é inerentemente sustentável e opera com emissões zero. Fomos pioneiros em uma tecnologia que é mais rápida, segura e muito mais limpa do que os meios de transporte existentes”, destaca Andres De Leon, CEO da HyperloopTT.

Para o executivo, o projeto é uma solução econômica e inteligente para muitas regiões do mundo. Então, com a revelação do design, a companhia está pronta para construir o sistema de transporte rápido e sustentável.

Reconhecimento oficial das Nações Unidas

Além das imagens do sistema de transporte, a HyperloopTT anunciou o reconhecimento das Nações Unidas. A companhia tornou-se signatária do Pacto Global da ONU devido ao avanço das práticas de negócios sustentáveis que abordam desafios ambientais e sociais.

Agora, a companhia norte-americana está comprometida a incorporar os Dez Princípios do acordo em suas operações e valores essenciais. Eles tratam de ações relacionadas aos direitos humanos, trabalho, meio ambiente e anticorrupção.