Biden ordena substituição de frota federal por veículos elétricos

1 min de leitura
Imagem de: Biden ordena substituição de frota federal por veículos elétricos
Imagem: Detroit News
Avatar do autor

Na última segunda-feira (25), o atual presidente norte-americano Joe Biden firmou o compromisso de substituir toda a frota de veículos federais por modelos elétricos fabricados nos Estados Unidos. A decisão faz parte da ordem executiva batizada de "Made in America", que busca gerar 1 milhão de empregos valorizando a economia nacional. Ainda sem prazo definido, a mudança implica na troca de quase 645 mil veículos federais, de acordo com o site TechCrunch.

Nesse contexto, é possível que a mudança comece pelos veículos do serviço postal norte-americano, que atualmente compõem 22% da frota federal apenas em caminhões de entrega. Com idade média de 28 anos, a maioria das unidades está defasada e carece de recursos, como air-bags, freios ABS e ar-condicionado. Além disso, os quase 140 mil veículos transitam em rotas previamente definidas, facilitando a distribuição de pontos de recarga ao redor do país.

Contudo, a proposta deve enfrentar alguns desafios de logística. A implementação de uma rede de recarga eficiente, capaz de atender toda a nova frota de veículos elétricos, é fundamental para a perpetuação do modelo em grande escala e, por isso, é considerada uma das maiores preocupações. Outro possível problema são os milhares de carros alugados pelo governo, que podem atrasar a mudança com a burocracia e demanda por veículos elétricos totalmente novos.

Tesla, de Elon Musk, não está entre as principais possíveis fabricantes de VEs para a mudança. (Fonte: The Daily Beast / Reprodução)Tesla, de Elon Musk, não está entre as principais possíveis fabricantes de VEs para a mudança. (Fonte: The Daily Beast / Reprodução)Fonte:  The Daily Beast 

Para suprir a enorme demanda, os Estados Unidos devem contar com o apoio de fabricantes automotivas nacionais, como a Ford ou General Motors, apesar de ainda estarem em expansão no nicho. Segundo o site TechCrunch, a Tesla, proeminente no mercado, não deve se tornar a principal aliada de Biden: a empresa de Elon Musk não possui trabalhadores sindicalizados, pauta apoiada pelo presidente norte-americano.

Assim, considerando a crescente expansão do mercado de veículos elétricos, é possível que a decisão de Biden seja uma grande oportunidade para o crescimento da economia dos Estados Unidos.

News de tecnologia e negócios Deixei seu email aqui, e welcome to the Jungle.
Biden ordena substituição de frota federal por veículos elétricos