Vitória de Biden pode impulsionar carros elétricos nos EUA

1 min de leitura
Imagem de: Vitória de Biden pode impulsionar carros elétricos nos EUA
Imagem: Twitter/Joe Biden
Avatar do autor

Eleito presidente dos Estados Unidos no último sábado (7), Joe Biden tem planos de implantar uma nova agenda climática no país, que além de promover muitas formas de energia limpa, poderá acelerar a mudança para os carros elétricos.

Fã dos veículos movidos à eletricidade, o democrata já declarou sua intenção de recolocar os EUA no Acordo de Paris, cuja proposta é reduzir as emissões de gases do efeito estufa em 28%, até 2025. Uma das maneiras de diminuir a poluição passa pelo aumento da quantidade de automóveis sustentáveis nas ruas e estradas.

Para incentivar a adoção dos veículos menos poluentes e adequar o país às normas ambientais mais rígidas, Biden propôs uma agenda climática com investimentos de US$ 2 trilhões. Parte deste dinheiro deve ser usada como “vale” para as pessoas que trocarem os carros a gasolina pelos elétricos.

Centenas de milhares de estações de carregamento podem ser construídas no país.Centenas de milhares de estações de carregamento podem ser construídas no país.Fonte:  Unsplash 

Além disso, ele também pretende construir cerca de 500 mil novas estações de carregamento espalhadas pelo território americano, segundo o InsideEVs, e trocar toda a frota do governo, substituindo os veículos a combustão pelos eletrificados. A proposta inclui, ainda, financiar a transição das montadoras para modelos mais limpos e um maior suporte para as pequenas empresas iniciantes no segmento.

Propostas podem enfrentar resistência

As propostas de Biden em relação ao investimento em energias mais limpas foram comemoradas por cientistas e até mesmo pelo CEO da Volkswagen Herbert Diess. O executivo sugeriu, em declaração à Bloomberg, que uma vitória do democrata seria melhor para o futuro dos elétricos nos EUA.

Porém, os planos do presidente eleito, de investir em formas mais limpas de energia, dependerão de alguns fatores. O principal deles é o Partido Democrata obter a maioria das cadeiras do Senado americano, o que ainda não está garantido.

Sem o legislativo ao seu lado, ele provavelmente enfrentará muitas dificuldades para estabelecer a sua agenda climática.

Vitória de Biden pode impulsionar carros elétricos nos EUA