Cadillac autônomo e carro voador: os conceitos da GM na CES 2021

1 min de leitura
Imagem de: Cadillac autônomo e carro voador: os conceitos da GM na CES 2021
Imagem: Reprodução
Avatar do autor

Ainda que produtos finalizados e prontos para entrarem no mercado já garantam uma boa dose de expectativa e entretenimento, uma feira de tecnologia sem ideias mirabolantes e, por enquanto, fora de nosso alcance certamente perderia muito de seus atrativos. Nesta terça-feira (12), a responsável por essa parte da CES 2021 foi a General Motors, que apresentou ao público dois conceitos capazes de nos levar diretamente ao futuro, o de um Cadillac autônomo e o de um carro voador.

Falando da novidade que dispensaria motoristas, trata-se de um veículo de uso coletivo que eliminaria controles tradicionais e cujo interior se assemelharia a uma sala de estar – oferecendo "um espaço social para um grupo de amigos ou familiares passar algum tempo junto em seu caminho para um destino", nas palavras de Michael Simcoe, VP de Design Global da GM.

Vai uma carona aí?Vai uma carona aí?Fonte:  Reprodução 

Assinatura de luz vertical e um grande teto de vidro complementam o visual deste “sonho”, que contaria, também, com diversos sensores biométricos capazes de realizar a leitura de sinais vitais de passageiros.

Os dados coletados, por sua vez, auxiliariam o ajuste automático de configurações como temperatura, iluminação, controle de ruídos do ambiente e até aromáticas – sendo que tais funções poderiam ser gerenciadas por voz e gestos.

De todo modo, apostas em tendências do setor não estariam completas sem algo que realmente faz parte do imaginário de grande parte das pessoas. E é aí que entra o eVTOL da montadora – sigla de aeronave de decolagem e pouso vertical elétrica.

Conceito de carro voador da GM impressiona.Conceito de carro voador da GM impressiona.Fonte:  Reprodução 

O céu é o limite

Oferecendo capacidade para um único passageiro, o carro voador da fabricante incorpora traços futuristas ao design de opções do tipo já em desenvolvimento, representando a "primeira incursão da GM em mobilidade aérea", segundo Simcoe.

Motor elétrico de 90 kWh acionaria quatro rotores, responsáveis tanto por decolagens quanto pousos, uma configuração modesta, se levarmos em conta que a startup alemã Lilium se dedica a estudar o uso de componentes de 320 kWh em veículos para cinco pessoas.

Detalhes ou imagens adicionais de ambos os produtos não foram disponibilizados pela General Motors. Não existe, por enquanto, sequer a certeza de que serão produzidos, mas ambos pertencem ao portfólio elétrico da marca, reforçando quais serão seus próximos passos de desenvolvimento em determinados aspectos.

Cadillac autônomo e carro voador: os conceitos da GM na CES 2021