Com incentivos, carros elétricos saem 'de graça' na Alemanha

1 min de leitura
Imagem de: Com incentivos, carros elétricos saem 'de graça' na Alemanha
Imagem: Reprodução
Avatar do autor

Subsídios voltados à adoção de carros elétricos na Alemanha trouxeram tantas vantagens ao setor que, agora, diversos veículos se tornaram tão baratos quanto planos de telefonia. Em alguns casos, eles podem sair até de graça – como os anunciados por um grupo de concessionárias local, que oferece, gratuitamente, o novo Renault Zoe com bateria de 80 kW.

No início de julho, o governo alemão dobrou sua contribuição para novos compradores de EVs, que podem obter cerca de 9 mil euros, se destinados à aquisição de alternativas com zero emissão de dióxido de carbono. O montante equivale a cerca de R$ 55 mil. Com isso, empresas que ofereciam o aluguel do Zoe por 125 euros por mês (cerca de R$ 765) em contratos de dois anos simplesmente estão repassando os carros sem custo algum.

Renault Zoe pode ser conseguido de graça na Alemanha.Renault Zoe pode ser conseguido de graça na Alemanha.Fonte:  Reprodução 

Como você deve ter percebido, os carros não serão dos clientes, que devem aderir a um contrato de assinatura. Ainda assim, o grupo responsável pela iniciativa recebeu uma verdadeira tempestade de perguntas. Cerca de 3 mil pessoas manifestaram interesse, afirma a companhia, sendo que 300 “vendas” já foram realizadas. “Se tivéssemos uma equipe comercial maior, teríamos fechado ainda mais negócios”, afirma um representante.

“Esperávamos um aumento nas transações com esses benefícios, mas essa procura realmente nos impressionou.”

Benefícios do governo auxiliam a disseminação de EVs.Benefícios do governo auxiliam a disseminação de EVs.Fonte:  Reprodução 

Efeitos no mercado de automóveis

Existe a possibilidade de, ao final do período de dois anos, os clientes adquirirem a posse total dos veículos, já que o aluguel cobre a depreciação e o uso deles neste tempo. Aí, é só dedicar uma taxa adicional para finalizar a compra.

Pagar pela eletricidade utilizada nas recargas e pelo seguro também ficam a cargo do “proprietário”, assim como não estão descartadas taxas por excesso de quilometragem acima do acordado no contrato de locação. Ainda assim, as vantagens desse tipo de oportunidade são bem atraentes.

Por fim, tais subsídios oferecidos pelo governo alemão tornaram opções consideradas premium significativamente mais baratas. Por exemplo, o MINI Cooper SE, totalmente elétrico, pode ser encontrado por US$ 30 por semana (cerca de R$ 160) – um quarto do preço encontrado na Austrália, de acordo com o News.com.au.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Com incentivos, carros elétricos saem 'de graça' na Alemanha