Rivian ganha US$ 2,5 bilhões para fabricar caminhonete elétrica

1 min de leitura
Imagem de: Rivian ganha US$ 2,5 bilhões para fabricar caminhonete elétrica
Imagem: Rivian
Avatar do autor

A Rivian, startup especializada em automóveis elétricos, arrecadou US$ 2,5 bilhões (em conversão direta, R$ 13,2 bilhões) em sua nova rodada de investimentos. Com isso, a empresa pretende ser uma das primeiras a comercializar uma picape totalmente elétrica, que já tem previsão de lançamento para 2021.

No total, a Rivian já levantou US$ 6 bilhões em financiamento, segundo dados do Pitchbook. Entre os acionistas, está a Amazon, gigante do e-commerce.

O CEO da empresa, Robert “R.J.” Scaringe, afirmou à CNBC que o principal foco é garantir a entrega da picape — que competirá com veículos da Tesla, General Motors, Nikola e Ford Motor.

Picapes totalmente elétricas

a  Quatro Rodas/Reprodução 

A Rivian está investindo pesado em sua linha de produção. Em 2017, a empresa comprou uma antiga fábrica da Mitsubishi Motors em Illinois, nos Estados Unidos, por R$ 16 milhões. Atualmente, a montadora está focada expansão da fábrica, assim como na compra e instalação de novos equipamentos. Até o momento, essa "repaginada" já custou mais de US$ 750 milhões.

No entanto, em razão da pandemia de covid-19, o lançamento de seus veículos foi adiado por alguns meses. Entre os modelos que sofreram com esse atraso, estão a picape R1T SUV e uma linha de vans, que recebeu uma encomenda gigante da Amazon de 100 mil unidades no ano passado.

Vantagem sobre concorrentes

Apesar do atraso, todo esse investimento será benéfico para a reputação da empresa que, segundo analistas, já atingiu uma fase de produção muito superior em relação aos concorrentes. Na prática, isso significa que a montadora tem altas chances de lançar sua picape elétrica antes das outras empresas.

A CNBC também informou que a Rivian está aceitando pré-encomendas para sua picape e SUV, sob depósitos reembolsáveis de US$ 1 mil. Segundo informações divulgadas pelo site, a empresa pretende vender seus veículos diretamente aos consumidores, sem o modelo de concessionárias.

Fontes

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Rivian ganha US$ 2,5 bilhões para fabricar caminhonete elétrica