Embora o mercado de carros elétricos esteja em ascensão nos últimos anos e veículos da Tesla sejam sonho de consumo de muita gente, a companhia de Elon Musk ainda não conseguiu se mostrar lucrativa como o esperado e recentemente — para piorar, as ações caíram em abril, quando um Model S entrou em combustão espontânea; e tem sério risco de ficar sem dinheiro em 10 meses.

Apple teria planejado uma oferta de US$ 240 por ação em 2013

Agora, Craig Irwin, um analista sênior da firma de análise de mercado Roth Capital Partners, disse à NBC que a Apple tinha um grande interesse de adquirir a Tesla, por um valor superior ao estimado atualmente. “Por volta de 2013, houve uma séria oferta da Apple em torno de US$ 240 por ação. Isso é algo que checamos várias vezes. Tenho total confiança de que essa oferta para a Tesla é precisa. Não sei se chegou a um estágio formal de papelada, mas sei de várias fontes diferentes que isso era muito verossímil.”

Essa revelação ganha força quando olhamos novamente para a biografia de Musk, escrita por Ashlee Vance. O livro relata que em março de 2013 o chefão da Alphabet (conglomerado dono da Google), Larry Page, teria negociado a compra da Tesla por US$ 6 bilhões e mais US$ 5 bilhões em capital para expansão.

teslaFonte: Electrek

Por enquanto, não se sabe exatamente se a Maçã, que parece ter desistido de investir em seus próprios veículos autônomo, ainda tem interesse em comprar a companhia. As ações da Tesla acumulam queda de quase 50% desde agosto e fecharam ontem (20) a US$ 205,36 por cota.

Cupons de desconto TecMundo: