Ainda que o Model 3 seja esperado como um dos novos fenômenos da indústria automotiva, a Tesla vem tendo problemas com a alta demanda e isso pode estar até mesmo afetando a entrega. Segundo relatou o Financial Times, vários compradores estão recebendo seus carros sem peças-chave, como assentos e displays.

Porta-voz afirma que é normal o carro ser enviado sem as peças que estão em processo de otimização, para depois receber as partes já melhoradas

O periódico afirma que as concessionárias costuma receber as estruturas em separado e depois as monta antes de entregar aos consumidores. Ainda que seja uma prática fácil de compreender no contexto que a empresa trabalha — ela vive atualizando seus componentes e operar com módulos facilita a substituição — alguns analistas questionam a checagem e calibragem antes da venda.

Um porta-voz da companhia de Elon Musk entrou em contato para falar a respeito. “Diferente de outras companhias automotivas, que não fazem alterações em seus carros no período de um ano, a Tesla está melhorando constantemente seus carros com atualizações à distância e às vezes com melhorias no design e no hardware.

Tesla Model 3

Ele também afirmou que é comum a empresa enviar novas partes certificadas para um veículo que já foi despachado para as distribuidoras, pois alguns itens acabam sendo otimizados depois que o produto já foi encaminhado. “Esse processo pode ser estranho para muita gente mas tem funcionado bem conosco.”