NVIDIA é uma das empresas de tecnologias mais envolvidas com a tecnologia de direção autônoma na atualidade, graças a sua intimidade com a parte de processamento de imagens. Agora, a empresa anunciou que tem um novo supercomputador que, segundo ela, permitirá níveis bastante avançados de direção sem motorista.

O Pegasus, como é chamado o novo sistema, pode ser utilizado para a função de direção em nível 5 na escala SAE, o que significa que os veículos não precisariam mais de volantes ou pedais.

Isso porque o novo computador também usa a plataforma Drive PX da NVIDIA, mas consegue realizar até 320 trilhões de operações por segundo, o que é 10 vezes mais do que a máquina antiga. Atualmente, a maior parte dos carros sendo testados ainda apresentam, no máximo, nível 3 na escala SAE – como é o caso do novo Audi A8.

NVIDIA Drive PX Pegasus

A solução será ofertada para as montadoras – que estão com projetos de veículos autônomos, claro – a partir do segundo semestre de 2018. A NVIDIA afirma que o Pegasus tem a mesma capacidade de 100 servidores de data centers em um acessório do tamanho de uma placa de veículo.

Os planos da fabricante de GPUs agora incluem trabalhar em parceria com a DHL e com a ZF para produzir caminhões autônomos já em 2019.