A empresa sueca Einride revelou seu protótipo de caminhão elétrico e autônomo chamado T-pod, que pode transportar até 15 pallets, tem com uma autonomia de 200 quilômetros e parece uma geladeira deitada sobre rodas. O design não ortodoxo, no entanto, é explicado pelo fato de que não haverá espaço para um ser humano dentro do veículo.

A ideia é que o T-pod use um sistema híbrido de condução autônoma: nas estradas, ele anda por conta própria, enquanto nas ruas, uma pessoa pode controlá-lo de forma remota. Todos os movimentos do caminhão podem ser monitorados e a intervenção pode ser feita a qualquer momento.

A Einride está trabalhando agora na parte de estruturar uma rede de postos de recarga para o seu projeto, que não passou da fase de protótipo ainda. A expectativa da empresa é que uma unidade completa e mais próxima da versão final já esteja pronta até o fim do ano, com uma frota de 200 caminhões rodando por aí até 2020, carregando cerca de dois milhões de pallets por ano em um trajeto entre Gotemburgo e Helsingborg.

Vale apontar que a Einride não é a única na empreitada de criar veículos de carga que podem andar sozinhos: a Uber já iniciou seu projeto com a Otto há algum tempo e a Waymo recentemente anunciou que já está desenvolvendo um caminhão autônomo para chamar de seu. No entanto, na vizinhança da Einride, apenas a Daimler já mostrou a intenção de criar um veículo parecido.