Superman: Nicolas Cage acredita que ainda pode viver o herói

Imagem de: Superman: Nicolas Cage acredita que ainda pode viver o herói
Imagem: IMDb

Nicolas Cage se tornou um dos atores mais famosos da sua geração, graças aos papéis peculiares que interpretou. Porém, por muito pouco ele não atingiu o ápice dessa peculiaridade com o maior herói dos quadrinhos. No final da década de 1990, o ator foi escalado por Tim Burton para viver o Superman em uma adaptação que nunca chegou a acontecer.

Hoje, mais de duas décadas após o projeto ser cancelado, Cage ainda mantém um fio de esperança de aparecer como o último filho de Krypton nos cinemas, mesmo que apenas por alguns segundos. O ator revelou isso durante o quadro Actually Me do canal de YouTube da GQ Magazine, no qual responde algumas perguntas de fãs. Um deles interagiu com uma publicação do Reddit sobre o filme que nunca aconteceu, questionando "Por que não fazem isso agora?”

A resposta do ator para a pergunta foi direta: “Importaria quanto tempo eu apareceria como o personagem? Ainda pode haver uma chance”. Você pode ver Cage respondendo a pergunta por volta do minuto 1:45 do vídeo abaixo.

Apesar das chances de Nicolas Cage aparecer como Superman nos cinemas seja baixa, o ator ainda espera entrar para o universo da DC Comics. Recentemente, ele disse que gostaria de interpretar um vilão no próximo filme do Batman.

Vale lembrar que o ator viveu o personagem Big Daddy em Kick-Ass: Quebrando Tudo, um vigilante que possuía um visual bastante semelhante com o Cavaleiro das Trevas. E mesmo fora dos quadrinhos, Cage ainda poderia aparecer em uma temporada de Mandalorian, segundo o protagonista da série, Pedro Pascal.

Fora do universo da cultura pop, o próximo lançamento de Nicolas Cage é mais um filme bastante peculiar. Em O Peso do Talento, o ator vive ele mesmo, passando por um momento difícil da carreira, até que aceita um convite que muda tudo. O longa tem estreia marcada para o dia 22 de abril de 2022 nos Estados Unidos. No Brasil, o lançamento ficou para uma semana depois, em 28 de abril.

Fontes