Round 6: 10 teorias malucas de fãs sobre a série

Imagem de: Round 6: 10 teorias malucas de fãs sobre a série
Imagem: Reprodução Netflix.

A série Round 6, que aborda jogos infantis coreanos com uma temática adulta e que é cheia de questões morais, vem conquistando e intrigando fãs ao redor do mundo. Exclusivo da Netflix, o seriado original da Coreia do Sul tem levantado uma série de teorias entre seus espectadores.

Além do arco principal, em que um apostador inveterado se vê confinado com outras 455 pessoas em um jogo mortal, vemos vários assuntos delicados sendo abordados de forma leve a brutal: problemas com a paternidade e com a imigração, culpa, velhice, abuso de poder, vício em jogos, corrupção policial, relacionamentos tóxicos, o valor de cada um e até mesmo tráfico de órgãos — e uma crítica severa ao capitalismo.

Com tantas histórias em jogo, teorias sobre esses fatos vêm pipocando pelas redes sociais. Confira a seguir as ideias mais bizarras e interessantes de fãs que encontramos sobre Round 6 na internet!

10. As três cores principais são simbólicas

afs  Reprodução Netflix. 

Existem algumas cores marcantes na série. Para o usuário ModestyGideon, do Reddit, as cores não são aleatórias: refletem escolhas e papéis dos personagens na competição. Ele mostra um diagrama de Venn com três cores principais - magenta, ciano e amarelo. Sua teoria afirma que o ciano representa as pessoas no programa, o magenta está vinculado a um sistema e o amarelo significa dinheiro.

Ele dá exemplos: “Quando Ciano (pessoa) persegue Amarelo (dinheiro), ele se torna Verde (jogador)”. Para ele, o Frontman tem todas as cores porque é uma pessoa (ciano) que se transformou em jogador (verde) e ganhou dinheiro (amarelo) - por isso sua roupa é preta.

9. As cores dos cartões Ddajki determinam as funções dos participantes

sf  Reprodução Netflix. 

Uma das teorias mais populares gira em torno de como os jogadores e guardas são recrutados para a competição. Para o usuário do Twitter mixxtake, quem pega o cartão azul acorda como jogador e quem pega o cartão vermelho vira guarda.

Vale lembrar que nunca foi esclarecido de onde vêm os guardas de Round 6.

8. O avião de Gi-Hun foi sabotado

dhdt  Reprodução Netflix. 

No episódio final, Gi-hun decide voltar, mas não consegue embarcar no avião. O usuário do Reddit IActuallyKnowNothin acredita que ele iria explodir. O prenúncio teria vindo em um episódio anterior, quando alguém diz “Rico ou pobre, em um acidente de avião vocês são todos iguais”.

Se comprovada, a teoria mudaria o significado por trás da insistência do Frontman para que Gi-hun pegasse o avião.

7. A morte de cada personagem principal é prenunciada

fr  Reprodução Netflix. 

As mortes dos personagens principais de Round 6 foram prenunciadas, segundo CarlyTargaryen. Ela tuitou sobre os vários paralelos e prenúncios do programa, como quando Deok-su salta de uma ponte para escapar de cobradores e, no quinto jogo, morre caindo de uma ponte.

Sae-byeok também ameaça cortar a garganta de uma pessoa e, no final, é ela quem encontra o destino. Segundo a internauta, Byeong-gi, Ali e Mi-nyeo também têm experiências semelhantes.

6. Os VIPs são os espectadores (nós)

ge  Reprodução Netflix. 

O usuário do Reddit enperry13 acredita que os VIPs do programa representam os assinantes dos serviços de streaming. Ele explicou que espectadores “podem pagar pela Netflix” e assistir as pessoas morrerem “como em um espetáculo”.

5. É uma competição internacional

gdf  Reprodução Netflix. 

O usuário do Reddit Maximum-Range acredita que o mesmo jogo ocorre em vários lugares do mundo ao mesmo tempo. Ele aponta que “dois dos VIPs fazem um comentário interessante, dizendo que os jogos desta edição têm sido incríveis” e outro diz que “o concurso na Coreia foi o melhor”.

Um comentário na postagem ainda levantou a hipótese de que os VIPs se revezam hospedando os jogos em seus próprios países — por isso que eles continuam se referindo a Il-nam como anfitrião.

4. Os números de Gi-Hun e Il-Nam são simbólicos

fs  Reprodução Netflix. 

Para o usuário do Reddit 7DSPride, Gi-hun representa o fim do jogo como uma instituição de longa duração, com o número 456. Por outro lado, Il-nam é o número 001 porque representa a origem do jogo.

3. Jun-Ho não está realmente morto

fsd  Reprodução Netflix. 

A morte de Jun-ho foi triste, mas pode não ser o fim dele. Um post do usuário squidgameburner, do Twitter, lembra que personagens só morrem quando vemos o corpo. Ele também lembra que o enredo de Jun-ho não foi concluído: suas últimas palavras para In-ho são “Irmão, por quê?”.

2. Há um conjunto extra de bolinhas de gude na casa de Il-Nam

gr  Reprodução Netflix. 

A falsa morte de Il-nam dói de verdade quando acontece. De acordo com o usuário do Reddit heatherfeathrr, ela poderia ter sido evitada se Gi-hun ouvisse Il-nam. Para ele, quando Il-nam estava em surto, iria revelar uma maneira para ele e Gi-hun passarem com segurança pela fase.

Se Gi-hun esperasse ele entrar em casa, poderia haver um jogo extra de bolinhas lá, e os dois terminariam a fase com dez bolinhas cada.

1. Il-Nam é o pai de Gi-Hun

gr  Reprodução Netflix. 

O usuário yoonyoonlover do Twitter destacou duas cenas específicas que corroboram com sua teoria: quando Il-nam comenta como Gi-hun deve ter levado muitas surras quando criança; e quando Il-nam conta a Gi-hun que a vizinhança no quarto jogo parece familiar e o protagonista responde que também se parece com o lugar onde ele cresceu.

A teoria propõe ainda que Il-nam criou a competição para encontrar seu filho, porque ele tem demência e quer que Gi-hun continue a tradição.

E você, o que achou das teorias? Concorda com alguma delas? Conte para a gente!