Brooklyn 99: tudo sobre o final da 8ª temporada da série (recap)

Imagem de: Brooklyn 99: tudo sobre o final da 8ª temporada da série (recap)
Imagem: NBC/Reprodução

ATENÇÃO, SPOILERS À FRENTE!

Na última quinta-feira (16), os espectadores de Brooklyn 99 se despediram da série por conta da exibição dos dois episódios finais. A produção, que estreou recentemente sua 8ª temporada, deu um desfecho interessante para os personagens principais, apresentando soluções criativas para seu desenvolvimento, além de grandes emoções para os fãs.

Portanto, saiba tudo sobre o episódio final da série com o nosso recap!

(NBC/Reprodução)(NBC/Reprodução)Fonte:  NBC 

Brooklyn 99: dando adeus aos personagens da série em grande estilo

Logo no início, Jake (Andy Samberg) quer celebrar seu último dia no esquadrão com uma competição divertida. Terry (Terry Crews), entretanto, menciona que estará ocupado. Por esse motivo, ele fica de fora, deixando que Holt (Andre Braugher) e Hitchcock (Dirk Blocker) formem uma grupo ao lado de Scully (Joel McKinnon Miller).

Enquanto isso, Amy (Melissa Fumero) e Rosa (Stephanie Beatriz) se apresentam como uma dupla, além de Jake e Boyle (Joe Lo Truglio), que ficam juntos. A competição se inicia, cujo grande campeão é aquele que estiver em posse de uma medalha em um determinado horário.

É a partir desse ponto que alguns detalhes profundos sobre os personagens são colocados em cena. Aos poucos, o público descobre que Jake e Amy, secretamente, trabalharam juntos, com Jake confessando que estaria deixando o esquadrão por temer ser um pai ausente para seus filhos. Com essas emoções postas para os espectadores, alguns momentos marcantes fazem o final da série ser extremamente interessante.

O jogo continua, culminando em uma caça ao tesouro alucinante, na qual Jake e Amy querem vencer a todo custo. Por meio de uma série de pistas ligadas aos oito últimos anos de suas vidas, os personagens são conduzidos a alguns locais diferentes, como uma máquina de venda automática, ao estranho canibal conhecido de Jake e ao túmulo de Madeline Wuntch.

(NBC/Reprodução)(NBC/Reprodução)Fonte:  NBC 

Curiosamente, os últimos lugares em que eles chegam estão ligados a dois momentos muito interessantes da narrativa, sendo eles a sala na qual Jake fez os criminosos cantarem I Want It That Way, dos Backstreet Boys, além do lugar onde Holt e Kevin se reconciliaram e se beijaram novamente. É a partir desse ponto que os personagens percebem que a medalha foi roubada e está em um caminhão blindado.

Todos, então, trabalham juntos para conseguirem invadir o interior do veículo. Embora Jake tenha um plano, Gina (Chelsea Peretti) é chantageada por Holt, que entrega as chaves do caminhão. Durante todo o episódio, os times formados estiveram atrás de pistas falsas, que, na verdade, levariam todos eles para espécies de tubos com presentes sentimentais.

E então Boyle descobre que Jake estava planejando deixar a equipe, se sentindo traído no final das contas. O protagonista então segue seu amigo para tentar contornar a situação e entregar seu presente a ele. Um acidente, no entanto, acontece. Jake acorda em um hospital, com Amy parada ao seu lado, dizendo que o personagem esteve em coma por sete anos.

No fundo, tudo não passava de uma brincadeira, pois ela queria dar uma festa de despedida para Jake. Terry, inclusive, também fazia parte do plano, com Holt revelando tudo em um discurso emocionado sobre seu amigo.

(NBC/Reprodução)(NBC/Reprodução)Fonte:  NBC 

Ao final, Hitchcock é quem vence a disputa, mostrando toda a sua esperteza e articulação. Os personagens se despedem, expondo alguns dos sentimentos que estavam guardados em algum lugar. Jake se emociona com as palavras de Holt, até que uma piadinha surge surpreendendo a todos.

O que achou do final da série? Não deixe de comentar!