O sistema de pagamento mobile parece ser a nova menina dos olhos da indústria de tecnologia. Com Apple, Google e até a Samsung na jogada, era apenas questão de tempo até que a Microsoft também fizesse sua investida nesse mercado promissor. Inicialmente, a empresa se limitou a dizer seus próximos celulares viriam todos com suporte a NFC – o que facilitaria bastante a empreitada. Porém, agora, a companhia parece ter se decidido e está na corrida para colocar em prática o seu serviço de forma mais veloz possível.

Para não ficar atrás de outras fabricantes de peso no setor de smartphones, a criadora do Windows fez uma plataforma que vem sendo chamada de Microsoft Payments. A empresa não parece estar de brincadeira na hora de bater de frente com soluções dos concorrentes, como Apple Pay e Google Wallet – ou Android Pay –, e já preencheu toda a papelada para obter as licenças necessárias para realizar transações monetárias em 50 estados dos EUA. De acordo com analistas do mercado, a criação da Microsoft tem potencial para crescer bem rapidamente.

Inicialmente, a ferramenta da Apple pareceu arrebatar os consumidores, mas bastou algum tempo de uso para que surgissem críticas ao Apple Pay – apesar de ele ainda ser o mais popular. A Google acabou ficando um pouco para trás com seu Google Wallet, mas desde que confirmou seu Android Pay, a esperança é que sua solução de carteira mobile ganhe ainda mais força. Sem querer ficar de fora, a Samsung investiu pesadamente e comprou a LoopPay, se tornando uma força a ser reconhecida no setor de pagamentos digitais com o Samsung Pay.

Além de já ter recebido as autorizações de alguns dos governos, a Microsoft também fez seu cadastro no FinCEN, que é o órgão oficial para lidar com crimes financeiros em terras norte-americanas – um procedimento comum para os que vão lidar com uma grande quantidade de operações do tipo por todo o país. Apesar do empenho, fica difícil dizer como o fato de a companhia de Redmond entrar na jogada depois de seus competidores vai se refletir na influência que o serviço terá no mercado.

Cupons de desconto TecMundo: