Desde o lançamento do iPhone, em 2007, as ações da Microsoft cresceram apenas 3%. A informação é na analista Heather Bellini, da Goldman Sachs. Segundo ela, nesse mesmo período, as ações da Apple apresentaram um crescimento de 260% enquanto a Samsung aumentou o seu valor em 170%.

Os números, obviamente, não agradam os investidores da empresa de Redmond e, para a analista, as perspectivas não são muito animadoras. As vendas do Microsoft Surface foram consideradas “modestas” pelo próprio CEO da companhia, Steve Ballmer. Além disso, a queda nas vendas de PCs, que foi de 14% no ano passado segundo o IDC, também afeta diretamente a empresa, que domina os SOs desse segmento.

Como soluções imediatas, Bellini não vê outra saída senão a redução de preços para minimizar a situação. A Microsoft pode reduzir o preço do seu tablet e também da versão do SO embarcada em computadores de marcas como a Dell ou a HP de forma a aumentar o volume de vendas.

Cupons de desconto TecMundo: