A Microsoft não está a fim de se gabar, mas, no fim de 2015, a companhia registrou uma marca impressionante e muito exclusiva para o mundo capitalista: desde sua fundação, a companhia já arrecadou US$ 1 trilhão em receita, o equivalente R$ 3,52 trilhões na cotação de hoje.

A empresa chegou ao mercado em 1975 e, para título de comparação, o governo brasileiro espera registrar uma arrecadação total de R$ 3 trilhões em 2016. Ou seja, uma empresa de tecnologia em toda a sua história já conseguiu arrecadar mais dinheiro do um país tão rico quanto o Brasil consegue em um ano. É realmente um grande feito.

As rivais

A Apple também chegou a essa marca em 2015, mas a Maçã abriu as portas em 1976. Google e Amazon, ainda estão bem atrás dessas duas, uma vez que são bem mais jovens, um de 1998 e a outra de 1994 respectivamente.

Embora a Apple rivalize a Microsoft no que diz respeito à receita, a criadora do Windows vence a concorrente no que tange os lucros líquidos. A empresa de Bill Gates já conseguiu embolsar em toda a sua história US$ 265,2 bilhões, contra US$ 261,6 da de Steve Jobs.

Não falou nada por quê?

O mais interessante é que a Microsoft deixou passar batido o alcance dessa marca no fim do ano passado. Quem descobriu isso foi Jeff Reifman, um consultor de tecnologia que andou fazendo as contas de acordo com as declarações de imposto da Microsoft. Mais curioso ainda é o possível motivo pelo qual a companhia não fez nenhum anúncio sobre isso.

“Você pode esperar que uma companhia desse porte anuncie uma marca tão incrível como essa, mas não a Microsoft. Ela escolheu ficar quieta por estar enfrentando críticas públicas por manter US$ 108,3 bilhões em ganhos (incríveis 41% de todos os lucros da sua história) no exterior e por seu histórico de sempre se esquivar de impostos no estado natal”, escreveu Reifman em seu blog.

Microsoft ou Apple? Quais produtos você prefere? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: