De acordo com um relatório divulgado pelo International Data Corporation (IDC), respeitado instituto que atua na realização de pesquisas na área da tecnologia e telecomunicações, o setor de smartphones continuará em alta até o ano de 2018 – ainda que sua taxa de crescimento esteja lenta em mercados maduros.

Para o IDC, cerca de 1,25 bilhão de aparelhos serão comercializados ao redor de todo o mundo até o final de 2014, representando um aumento de 23,8% em relação a 2013 (quando 1,01 bilhão de unidades foram vendidas globalmente). Estimativas do instituto defendem que o setor deve ter um crescimento de 12,7% por ano, chegando a comercializar 1,8 bilhão de gadgets em 2018.

O relatório defende ainda que os mercados emergentes são os grandes responsáveis por continuar impulsionando o setor dos celulares inteligentes a passos largos, visto que os mercados maduros estão crescendo de forma discreta ao longo dos últimos anos (apenas 4,9% em 2014, contra 32,4% dos emergentes). Esse fenômeno pode ser explicado pela atenção que as grandes fabricantes vêm dando aos públicos com menor poder aquisitivo, lançando modelos com configurações modestos por preços mais acessíveis.

Por outro lado, o IDC voltou atrás em sua previsão para o crescimento total do setor de tablets e conversíveis (2 em 1) no ano vigente. O instituto afirmava que que 260,9 milhões de aparelhos seriam vendidos até o final de 2014, mas agora defende que o comércio total não deve ultrapassar a marca de 233,1% dispositivos. Se esse número for confirmado, isso representará um aumento anual de apenas 6,5% no setor, bem abaixo dos 12,1% previamente previstos.

Cupons de desconto TecMundo: