Apple é processada por causa de função entre Apple Watch e iPhone

1 min de leitura
Imagem de: Apple é processada por causa de função entre Apple Watch e iPhone
Imagem: Apple
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

A Apple está sendo processada por uma empresa chamada SmartWatch MobileConcepts por quebra de patente. A suposta violação refere-se à função Desbloquear com o Apple Watch, que é usada em dispositivos da empresa desde o evento anual Apple Worldwide Developers Conference de 2016.

Nas alegações iniciais do processo, a empresa autora alega a quebra da patente 10.362.480 definida como "Sistemas, métodos e aparelhos para habilitar o acesso de usuários de dispositivos vestíveis a sistemas eletrônicos seguros".

O registro de propriedade teria sido concedido originalmente a membros da família Ortiz, e a SmartWatch MobileConcepts é uma troll de patente, ou seja, uma entidade não praticante (NPE, na sigla em inglês) que supostamente defende o interesse de pequenas empresas em processos de infração de propriedade intelectual por grandes corporações.

Qual foi a patente alegadamente apropriada pela Apple?

Fonte: Shutterstock/Reprodução.Fonte: Shutterstock/Reprodução.Fonte:  Shutterstock 

A patente contestada pela SmartWatch MobileConcepts LLC foi registrada no United States Patent and Trademark Office (USPTO), órgão norte-americano de registro de patentes no dia 11 de agosto de 2016. A concessão pública do título de propriedade da invenção foi emitida no dia 27 de dezembro do mesmo ano, e publicada pelo USPTO em 16 de fevereiro de 2017.

A análise desse cronologia permite verificar que o registro do produto no USPTO ocorreu no dia 11 de agosto de 2016. No entanto, o recurso chamado pela Apple de “Auto Unlock with Apple Watch feature for Mac” foi lançado na conferência WWDC da empresa de Cupertino no dia 13 de junho, dois meses antes do pedido de registro.

Além do lançamento antecipado de um registro pedido posteriormente, é de se supor que a Apple tenha trabalhado muitos meses, ou anos, antes de colocar o produto no mercado. Assim, é pouco provável que a troll consiga algum tipo de sucesso no caso, embora processos judiciais sejam sempre uma incógnita.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.