IBM encerra operações na Rússia e começa a demitir funcionários

1 min de leitura
Imagem de: IBM encerra operações na Rússia e começa a demitir funcionários
Imagem: Unsplash

Nesta terça-feira (7), a International Business Machines Corporation (IBM) revelou à Reuters que está encerrando suas operações na Rússia. A companhia já começou a demitir os funcionários que trabalham no país e, na última semana, a IBM até enviou um memorando para avisar seus colaboradores russos sobre a decisão.

A companhia escolheu encerrar as atividades no país por conta da guerra que segue crescendo na Ucrânia. A IBM escolheu aderir o caminho de diversas outras empresas que decidiram se retirar da Rússia após as decisões do presidente Vladimir Putin.

"Nossos colegas na Rússia, sem culpa própria, suportaram meses de estresse e incerteza... Quero assegurar-lhes que a IBM continuará a apoiá-los e tomará todas as medidas razoáveis para fornecer suporte e fazer sua transição o mais ordenadamente possível", disse o CEO da empresa, Arvind Krishna.

Um porta-voz da IBM afirma que o quadro de funcionários contava com algumas centenas de colaboradoresUm porta-voz da IBM afirma que o quadro de funcionários contava com algumas centenas de colaboradoresFonte:  Unsplash 

Sanções e retiradas

Segundo o presidente-executivo, o problema é que a guerra continuou aumentando e criou uma incerteza sobre a ramificações de longo prazo desse cenário. Por causa disso, a decisão foi de sair completamente do país.

Após o início da guerra, milhares de sanções afetaram a Rússia, como uma tentativa de impedir que Putin continue destruindo a Ucrânia. Conforme revelado por Krishna, as sanções se tornaram um problema financeiro e a empresa não conseguiu continuar pagando os salários dos funcionários.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.

Fontes