Anatel concede 60 dias a mais para o início do 5G em 3,5 GHz

1 min de leitura
Imagem de: Anatel concede 60 dias a mais para o início do 5G em 3,5 GHz
Imagem: Shutterstock
Avatar do autor

O Conselho Diretor da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) decidiu adiar a data de lançamento da rede 5G na faixa de 3,5 GHz. O prazo, que se encerraria em 31 de julho deste ano, agora passa para 29 de setembro devido ao atraso na limpeza da nova faixa.

O conselheiro Moisés Moreira, coordenador do Grupo de Acompanhamento da Implantação das Soluções para os Problemas de Interferência (GAISPI), havia proposto em maio a extensão da data limite. Segundo ele, não seria um adiamento do 5G, mas sim um prazo adicional que traria "mais segurança" tanto para "o setor de telecomunicações", quanto para "as empresas usuárias de satélite (inclusive radiodifusores)".

Anatel atribuiu atrazo da limpeza ao lockdown na China e à escassez de semicondutoresAnatel atribuiu atrazo da limpeza ao lockdown na China e à escassez de semicondutoresFonte:  Shutterstock 

A limpeza da banda de 3,6 GHz-3,7 GHz depende da instalação de filtros nas antenas parabólicas utilizadas pelas empresas de satélite. Entretanto, esses equipamentos sofreram com escassez, o que causou atraso no cumprimento dos prazos.

Em comunicado, a Anatel atribuiu a questão ao "lockdown na China, à escassez de semicondutores, às limitações do transporte aéreo e à demora no desembaraço aduaneiro". De toda forma, caso os aparelhos para limpeza voltem a ficar disponíveis, a operação pode ser autorizada antes dos 60 dias adicionais.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.