Musk tem prejuízo após valor do Twitter cair US$ 1,1 bilhão

1 min de leitura
Imagem de: Musk tem prejuízo após valor do Twitter cair US$ 1,1 bilhão
Imagem: geralt/Pixabay
Avatar do autor

As ações do Twitter despencaram, atingindo, na terça-feira (24), o menor nível desde o dia 16 de março: a cotação foi de US$ 35,76 (R$ 173). Com isso, o preço do papel ficou abaixo do valor pelo qual o bilionário pagou no dia 5 de abril. Essa queda elimina completamente os ganhos de mais de US$ 1,1 bilhão acumulados nas quatro semanas que se seguiram ao dia em que a companhia aceitou ser comprada no dia 25 do mesmo mês.

No dia histórico da compra, Elon Musk ofereceu US$ 54,20 por ação e o papel atingiu um pico de US$ 51,70, quase “empatando” o negócio de US$ 44 bilhões. Em relação à compra inicial de 9,1% das ações, avaliadas a um preço médio de US$ 36,157 pelo MarketWatch, isso representou um ganho bilionário.

O que acontece se o acordo de compra do Twitter fracassar?

Fonte: Shutterstock/Reprodução.Fonte: Shutterstock/Reprodução.Fonte:  Shutterstock 

No entanto, com a queda do preço da ação, na terça-feira, para um valor 1,1% abaixo do preço original de compra, isso caracteriza uma perda de US$ 29 milhões sobre o investimento. Mas, ao se considerar o preço recorde de fechamento registrado no dia 25 de abril, percebe-se também que o ganho de US$ 1,14 bilhão foi para o espaço.

Após tantos altos e baixos, e altas e baixas de papéis, especula-se que o acordo para a compra total do Twitter pode "melar", o que sujeitaria qualquer uma das partes a uma multa compensatória de US$ 1 bilhão, cerca de R$ 4,8 bilhões na cotação atual. A ação está cotada neste momento a US$ 38,955.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.

Fontes