Xiaomi ultrapassa a marca de 500 milhões de usuários ativos

1 min de leitura
Imagem de: Xiaomi ultrapassa a marca de 500 milhões de usuários ativos
Imagem: Unsplash
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.

A Xiaomi ultrapassou a marca de 500 milhões de usuários com celulares ativos globalmente, de acordo com relatório da Counterpoint Research divulgado na segunda-feira (16), confirmando os números que a big tech revelou no final do ano passado. A gigante chinesa é a terceira fabricante a superar tal quantidade, feito antes alcançado somente por Apple e Samsung.

Conforme o levantamento, que leva em conta as vendas de smartphones no primeiro trimestre de 2022, a maior base de usuários dos telefones da marca não está no país natal da empresa, mas na Índia. No mercado indiano, ela lidera com mais de 23% do volume total de aparelhos ativos localmente.

Já na China, a Xiaomi é a quinta colocada, curiosamente, detendo uma fatia de 14,9% do mercado de celulares nos três primeiros meses do ano — por lá, a companhia é superada por Apple, Honor, Oppo e Vivo. A presença dela também aparece em destaque no continente europeu, com 12,6%, assumindo a terceira posição.

Mercados onde a Xiaomi teve maior presença no primeiro trimestre.Mercados onde a Xiaomi teve maior presença no primeiro trimestre.Fonte:  Counterpoint Research/Divulgação 

O relatório mostra ainda que a quantidade de aparelhos ativos permitiu à Xiaomi faturar US$ 4,16 bilhões (R$ 20,5 bilhões pela cotação de hoje) com “serviços de internet”, em 2021. No entanto, a receita média por usuário tem caído nos últimos trimestres, provavelmente em decorrência da expansão das vendas no exterior, pois 80% desta renda é gerada na China.

Iniciativas para aumentar as receitas

De acordo com o estudo, a marca chinesa precisa realizar algumas iniciativas se quiser aumentar as receitas obtidas no exterior, principalmente. Entre elas, estaria a expansão da sua linha de produtos para casa inteligente, comercializando os dispositivos conectados em mais países.

A empresa de pesquisa também sugere medidas como a criação de serviços financeiros associados aos seus gadgets, por meio de uma fintech da empresa, assim como a Apple e outras gigantes do setor têm planejado.

Imagem: Smartphone Xiaomi Mi 10T Lite 5G, 64GB
Imagem: Tecmundo Recomenda

Smartphone Xiaomi Mi 10T Lite 5G, 64GB

Com 164GB de Memória Interna e 6GB de RAM, o Smartphone Mi 10T Lite da Xiaomi conta com tecnologia 5G e é Dual Sim. Com uma tela de 6.67", possui ainda processador Qualcomm Snapdragon.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.