CEO da Crypto.com confirma 400 contas invadidas em ciberataque

1 min de leitura
Imagem de: CEO da Crypto.com confirma 400 contas invadidas em ciberataque
Imagem: Facebook/Crypto.com

O CEO da Crypto.com Kris Marszalek confirmou que a exchange foi alvo de um ataque cibernético ocorrido no início da semana, resultando em cerca de 400 contas de usuários da plataforma sendo comprometidas. A afirmação foi dada por ele em entrevista à Bloomberg, nessa quarta-feira (19).

Foi a primeira vez que a corretora de criptomoedas se pronunciou oficialmente a respeito da campanha maliciosa direcionada ao seu sistema. De acordo com o executivo, os invasores conseguiram realizar saques não autorizados nas contas afetadas, mas a ação teria sido contida imediatamente.

A movimentação atípica foi notada na segunda-feira (17), levando a companhia a bloquear os saques de moedas digitais de toda a sua base de clientes até que eles redefinissem a autenticação de dois fatores em seus perfis. O serviço voltou a funcionar normalmente depois de 13 a 14 horas de paralisação, no mesmo dia.

Os autores do hack da Crypto.com não são conhecidos.Os autores do hack da Crypto.com não são conhecidos.Fonte:  Unsplash 

Sobre a quantia roubada no ataque à Crypto.com, Marszalek optou por não revelar o valor extraído pelos cibercriminosos. Ele disse que a empresa ainda está avaliando os danos causados e deve publicar um relatório completo nos próximos dias, detalhando o que foi apurado.

Prejuízo pode chegar a R$ 180 milhões

Enquanto o porta-voz da exchange se limitou a dizer que a quantia roubada pelos criminosos virtuais não era "substancial", sem entrar em detalhes, investigações independentes apontam um prejuízo enorme para a corretora. Segundo o portal Rekt, cerca de 444 bitcoins teriam sido roubados na ação, o equivalente a quase R$ 102 milhões pela cotação atual.

Já a empresa de blockchain PeckShield diz que o ciberataque resultou na perda de pelo menos 4.600 unidades de ethereum, o equivalente a mais de R$ 78 milhões. Somadas as quantias, o hack pode ter dado um prejuízo de R$ 180 milhões à firma.

Conforme o CEO, os valores roubados já foram restituídos aos clientes da Crypto.com.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.