OpenSea congela R$ 12,4 milhões após roubo de NFTs do Bored Ape

1 min de leitura
Imagem de: OpenSea congela R$ 12,4 milhões após roubo de NFTs do Bored Ape
Imagem: Yuga Labs
Avatar do autor

A coleção de tokens não fungíveis (NFTs) Bored Ape Yatch Club protagonizou mais uma polêmica no mercado de criptomoedas. Recentemente, o mercado de artes digitais OpenSea congelou os ativos de um colecionador que teve sua conta hackeada por indivíduos mal-intencionados.

De acordo com informações reveladas por Todd Kramer, colecionador e curador de arte responsável pela galeria Ross+Kramer em Nova York, nos Estados Unidos, ele foi vítima de phishing em um golpe que roubou suas 16 NFTs do Bored Ape Yatch Club — ao todo, sua coleção é avaliada em US$ 2,2 milhões (cerca de R$ 12,4 milhões  na cotação atual).

Nunca clique em links suspeitos

De acordo com as informações, o colecionador perdeu oito Bored Apes, sete Mutante Apes e um Clonex. O phishing aconteceu após o curador clicar em um link suspeito.

Bored Ape Yatch ClubBored Ape Yatch ClubFonte:  Yuga Labs 

Logo após tornar o caso público, Kramer também revelou que o mercado de NFTs OpenSea congelou os ativos para ajudá-lo na recuperação. Contudo, ainda não está claro se ele conseguiu recuperar as artes, já que diversas mensagens foram apagadas em seu perfil no Twitter nos últimos dias.

Mesmo sem novas informações sobre o roubo, o caso está gerando polêmicas por causa do congelamento de bens. Segundo usuários do OpenSea, a atidude é um ataque contra a descentralização, uma das principais raízes do mercado de criptomoedas. A situação também levantou dúvidas sobre a segurança da plataforma de venda de NFTs, que foi driblada por um ataque de phishing.

O Bored Ape Yatch Club é uma coleção de NFTs criada pela Yuga Labs e oferece 10 mil unidades diferentes. Até o momento, os "avatares de macacos estilosos" já conquistaram mais de US$ 500 milhões em vendas no OpenSea.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.