Procon notifica Claro por falha em serviços e pode multar operadora

1 min de leitura
Imagem de: Procon notifica Claro por falha em serviços e pode multar operadora
Imagem: Claro
Avatar do autor

Na última segunda-feira (27), clientes da Claro/Net relataram dificuldades para acessar os serviços de telefonia, aplicativos, banda larga e de TV da operadora. Nessa quarta-feira (29), o Procon-SP notificou a Claro por conta da instabilidade.

De acordo com informações do site DownDetector, os relatos aconteceram, principalmente, nas regiões de Porto Alegre, Curitiba, São Paulo, Rio de Janeiro, Recife, Belo Horizonte e Brasília. A companhia assumiu o problema, mas muitos clientes reclamaram da falta de prazo para a normalização dos serviços.

Regiões mais afetadas segundo, o site DownDetector.Regiões mais afetadas segundo, o site DownDetector.Fonte:  DownDetector 

Problema resolvido

O Procon-SP pediu um parecer sobre o ocorrido e uma solução para todos os clientes que estão sofrendo com os problemas, inclusive, para ressarcir todos pelo tempo que não conseguiram acessar os serviços — algumas pessoas não estavam conseguindo nem fazer ligações para reclamar.

“A Claro pode ser multada em até R$ 11 milhões, caso seja comprovado que o Serviço de Atendimento ao Consumidor está sendo prestado de modo defeituoso, se a empresa estiver dificultando ou estiver falhando na prestação de serviço de atendimento ao consumidor ela também pode ser autuada e o caso encaminhado à fiscalização”, disse o diretor-executivo do Procon-SP, Fernando Capez.

De acordo com informações reveladas ao Tecnoblog, a Claro informou que os serviços afetados já estão funcionando normalmente desde a noite de quarta-feira (29). "A Claro informa que houve uma instabilidade sistêmica, que já foi solucionada, e os serviços de atendimento ao cliente que foram impactados já estão funcionando normalmente", a empresa disse em comunicado.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.