Procon: Facebook é multado em R$ 11 milhões por apagão do WhatsApp

1 min de leitura
Imagem de: Procon: Facebook é multado em R$ 11 milhões por apagão do WhatsApp
Imagem: Reprodução/Shutterstock
Avatar do autor

O Procon-SP multou a Meta — antigo Facebook — em mais de R$ 11 milhões após o apagão de 7 horas nas redes sociais da empresa, incluindo WhatsApp, Instagram e Facebook, no início de outubro. Segundo o órgão, o grupo de Mark Zuckerberg apresentou uma má prestação de serviço aos clientes.

O Procon-SP ainda afirma que o apagão afetou mais de 156 mil consumidores brasileiros do WhatsApp, 90 mil do Instagram e 91 mil do Facebook. A empresa ainda tem o direito de entrar com recurso, mas, se aplicada, a multa será de R$ 11.286.557,54.

"Houve clara falha na prestação do serviço, prejudicando milhões de consumidores no mundo. Embora o serviço não seja cobrado, a empresa lucra com os usuários, logo há relação de consumo", explicou Fernando Capez, diretor do Procon-SP.

Motivo da queda

No dia da queda, a empresa explicou que a interrupção dos sites foi causada devido "as alterações de configurações em roteadores de tráfego" da rede. "Nossas equipes de engenharia aprenderam que as alterações de configuração nos roteadores de backbone que coordenam o tráfego de rede entre nossos data centers causaram problemas que interromperam a comunicação", segundo o comunicado oficial da empresa. Após a interrupção, o órgão afirmou que apenas "um evento muito forte", como desastres naturais, isentaria a responsabilidade da empresa frente aos prejuízos.

Em apenas 7 horas de queda, a fortuna de Zuckerberg caiu mais de US$ 7 bilhões (cerca de R$ 38,1 bilhões).

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.

Fontes