Facebook culpa erro de configuração em roteadores por queda de sites

1 min de leitura
Imagem de: Facebook culpa erro de configuração em roteadores por queda de sites
Imagem: Reprodução/Shutterstock
Avatar do autor

Na noite de segunda-feira (4), o Facebook emitiu um comunicado afirmando que as seis horas de interrupção dos sites do grupo (Instagram, Facebook e WhatsApp) foram causadas por "alterações de configuração em roteadores que coordenam o tráfego de rede".

"Nossas equipes de engenharia aprenderam que as alterações de configuração nos roteadores de backbone que coordenam o tráfego de rede entre nossos data centers causaram problemas que interromperam a comunicação", diz o comunicado oficial da empresa. Segundo a nota, os dados dos usuários não foram comprometidos com a queda.

Ao TecMundo, a empresa enviou um pedido de desculpas a todos os 3,5 bilhões de usuários impactados: "Sabemos que bilhões de pessoas e negócios em todo o mundo dependem de nossos produtos e serviços para permanecer conectados. Agradecemos sua paciência à medida que voltamos a ficar online".

Além das redes do Facebook, outras redes também ficaram instáveis, incluindo Telegram, o TikTok e o Twitter. A última informou que o grande número de acessos simultâneos levou a problemas na rede.

Perda de US$ 6 bilhões em seis horas

Com a queda, estima-se que o cofundador e CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, perdeu cerca de US$ 6 bilhões durante as seis horas em que as redes ficaram fora do ar. Com isso, Zuckerberg perdeu o posto de 4ª pessoa mais rica do mundo para Bill Gates, ficando com US$ 121,6 bilhões.