Site de 'pirataria' de NFTs reúne coleção de 20 TB de imagens

1 min de leitura
Imagem de: Site de 'pirataria' de NFTs reúne coleção de 20 TB de imagens
Imagem: The NFT Bay
Avatar do autor

Atraindo cada vez mais empresas e resultando em leilões astronômicos de peças históricas da internet, os tokens não-fungíveis (NFTs) também viraram alvo de pirataria. Ou quase isso.

Um site chamado The NFT Bay, que imita o clássico The Pirate Bay em logo, funcionamento e interface, surgiu como um agregador de torrents contendo imagens vendidas nesse formato, porém gratuitas para download.

O maior arquivo hospedado no site tem mais de 20 TB quando descompactado e contém uma imensa quantidade de arquivos de NFTs gerados e abrigados nas blockchains de Ethereum e Solana. Elas incluem coleções inteiras e trabalhos feitos individualmente.

Além disso, é possível usar mecanismos de filtro e busca no site para encontrar e baixar imagens específicas, como variantes de fenômenos do mercado como Axie Infinity.

O responsável pelo site é um desenvolvedor australiano chamado Geoff. Em entrevista ao site TorrentFreak, ele explicou que a página é um "projeto de arte" e também como um "chamado ao despertar" para "quem embarcou nos NFTs sem entender em que eles estão gastando os seus lucros em criptomoedas".

Briga longa

Esse torrent é só mais um capítulo da briga entre investidores e críticos do setor. Os NFTs são certificados de autenticidade que indicam quem é o dono do registro de uma arte digital — quem faz o download dessas imagens via torrent pode compartilhar a imagem sem problemas, mas não tem o "recibo" que o considera dono da criptoarte.

Entretanto, grupos de críticos desse segmento de mercado provocam os entusiastas desse mercado ao salvarem e compartilharem as imagens leiloadas, na tentativa de provar que a certificação de "originalidade" não vale os preços atualmente pagos em páginas especializadas.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.