Nubank abre reservas pagas de BDRs para clientes brasileiros

1 min de leitura
Imagem de: Nubank abre reservas pagas de BDRs para clientes brasileiros
Imagem: Wirestock Creators/Shutterstock
Avatar do autor

O Nubank anunciou, nesta quarta-feira (17), que os clientes do banco já podem começar a fazer reservas pagas de Brazilian Depositary Receipts (BDRs), que são certificados de ações emitidas no exterior e que podem ser comprados e vendidos na Bolsa de Valores do Brasil (B3).

As reservas podem ser realizadas até 7 de dezembro no próprio aplicativo da fintech ou no do Nu invest. No momento do pedido, o cliente pode definir qual é o valor que quer aplicar em ações.

Apesar de os pedidos já estarem abertos, os BDRs da empresa ainda não foram precificados, o que só acontecerá em 8 de dezembro, quando o Nubank deve entrar oficialmente na B3. Nesse momento, a Nu Holdings (conglomerado dono da marca) e outros assessores financeiros decidem o valor da ação e do BDR, com base na demanda apresentada por grandes investidores. Porém, de acordo com a empresa, cada BDR vai representar uma fração de 1/6 de uma ação ordinária classe A da Nu Holdings.

Nubank

A fintech faz questão de ressaltar que a reserva paga de BDRs é diferente do programa NuSócios, já que ambos são complementares. Anunciado no começo deste mês, o NuSócios está entregando de graça um BDR por cliente, sendo que a ação distribuirá até R$ 225 milhões em certificados.

Diferentemente do caso do NuSócios, no qual aquele que quer receber o BRD não pode negociar por um período mínimo de 12 meses, quem fizer a reserva paga poderá negociar as ações na Bolsa de Valores já a partir do mês que vem. Outra diferença é que quem receber o certificado gratuito não precisará declarar no Imposto de Renda, enquanto quem fizer a reserva paga poderá ter que declarar.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.

Fontes