Meta: Mark Zuckerberg explica a mudança de nome do Facebook

1 min de leitura
Imagem de: Meta: Mark Zuckerberg explica a mudança de nome do Facebook
Imagem: Meta
Avatar do autor

Durante o momento de anúncio do novo nome de sua companhia, revelado nesta quinta-feira (28), o CEO e fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, aproveitou para explicar o porquê da mudança na nomenclatura da empresa para Meta e esclareceu alguns boatos que circularam pela mídia nos últimos meses. Os comentários foram cedidos ao colunista Alex Heath, do site The Verge, no dia anterior ao "Facebook Connect".

De antemão, Zuckerberg comentou que já pensava no processo de mudança de marca desde a aquisição do Instagram e WhatsApp, ainda em 2012 e 2014, respectivamente. Segundo o executivo, havia "muita confusão e estranheza" em compartilhar o nome da companhia com uma de suas principais redes sociais. Nesse contexto, o CEO entende que a decisão será benéfica para o público: "Acho que é útil para as pessoas ter um relacionamento com uma empresa diferente do relacionamento com qualquer um dos produtos específicos, que pode substituir tudo isso," explica.

Mudança na identidade visual do Facebook busca refletir à visão da empresa para o futuro. (Fonte: Meta / Reprodução)Mudança na identidade visual do Facebook busca refletir à visão da empresa para o futuro. (Fonte: Meta / Reprodução)Fonte:  Meta 

Decisão boa... na hora errada?

Por outro lado, a narrativa de Zuckerberg soa um tanto "suspeita" ao considerar o momento que o Facebook vive nas últimas semanas. Desde o recente vazamento de dados internos, a empresa enfrenta uma baixa severa em sua boa popularidade, sugerindo que a mudança de identidade visual possa ter sido realizada como uma forma de se desvencilhar das críticas — bem fundamentadas.

Zuckerberg, porém, é enfático em sua defesa: "não teve nada a ver com isso," afirma, "Mesmo que eu ache que algumas pessoas possam querer fazer essa conexão, é uma coisa meio ridícula," ele continua, "No mínimo, acho que este não é o ambiente no qual você gostaria de apresentar uma nova marca," conclui.

Novo "Metaverso" terá grande foco na comunicação entre usuários em um ambiente virtual imersivo. (Fonte: Meta / Reprodução)Novo "Metaverso" terá grande foco na comunicação entre usuários em um ambiente virtual imersivo. (Fonte: Meta / Reprodução)Fonte:  Meta 

Para ele, a mudança na identidade visual apenas busca refletir os novos paradigmas da empresa, amplamente voltados para a criação do "metaverso" — um conceito que se refere a um mundo virtual, abrigado na internet. Zuckerberg pontua sobre o diferencial do Meta: "[...] todo mundo está tentando trabalhar na forma como as pessoas interagem com a tecnologia, enquanto construímos tecnologias para que as pessoas possam interagir umas com as outras," detalha.

Resta aguardar o desenvolvimento da nova empresa, que ainda possui o mesmo "coração", nessa nova empreitada.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.