Slack reclama oficialmente de integração entre Office e Teams

1 min de leitura
Imagem de: Slack reclama oficialmente de integração entre Office e Teams
Imagem: Microsoft
Avatar do autor

Autoridades de regulação da Comissão Europeia acataram uma reclamação da plataforma corporativa Slack contra a principal rival no setor de mensagens corporativas.

A partir de agora, o grupo antitruste da organização vai averiguar uma possível prática anticompetitiva de mercado envolvendo a integração entre dois produtos da Microsoft, o Teams e o Office.

Segundo a reclamação original, a Microsoft lançou o Teams no início de 2017 para competir diretamente contra o Slack e adotou uma medida ilegal ao integrá-lo com os pacotes de edição de conteúdo do Office. Além disso, seria difícil fazer a desinstalação da plataforma e a própria marca não teria colaborado ao fornecer informações sobre uma possível integração de concorrentes.

E agora?

A denúncia do Slack pode se encaixar em acusações de "venda casada" de serviços de uma mesma fabricante, o que reduziria a chance de concorrência.  Como a reclamação foi aceita, a Comissão Europeia agora parte para a etapa de pesquisa e análise do mercado, inclusive com o envio de um questionário aos envolvidos.

As perguntas incluem a porcentagem de clientes grandes que fizeram a migração do Slack para o Teams após a integração, mudanças geradas na receita durante esse período e o impacto dessa ação em outros setores da Microsoft. O maior uso desses serviços — e um possível aumento dessa discrepância — durante a pandemia da covid-19 também deve ser avaliado.

A Microsoft já foi multada pela Comissão Europeia em 2013 por quebrar um acordo antitruste envolvendo a pré-instalação de navegadores nos sistemas operacionais para PC.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.

Fontes