Apple: ex-funcionário acusado de vazar segredos é investigado

1 min de leitura
Imagem de: Apple: ex-funcionário acusado de vazar segredos é investigado
Imagem: Unsplash
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

Há alguns meses, a Apple revelou que abriu uma investigação civil contra um dos seus ex-funcionários que supostamente vazou informações confidenciais. Agora, Simon Lancaster, um dos ex-líderes de materiais da companhia, está sendo investigado criminalmente pelo governo da Califórnia.

Em novos documentos legais liberados, foi revelado que o Gabinete do Promotor Público do Condado de Santa Clara abriu uma investigação criminal oficial contra o profissional. As informações também indicam que uma nova fase do caso acontecerá no dia 18 de novembro de 2021.

“No dia seguinte à Conferência de Gestão de Caso Inicial das partes, o Gabinete do Procurador do Condado de Santa Clara informou pela primeira vez ao advogado de Lancaster que ele estava sendo objeto de uma investigação criminal sobre o alegado roubo de segredos comerciais”, foi publicado nos documentos.

Um dos argumentos da defesa é que continuar com a investigação civil da Apple pode afetar a investigação criminal, e isso prejudicaria o direito do réu à Quinta EmendaUm dos argumentos da defesa é que continuar com a investigação civil da Apple pode afetar a investigação criminal, e isso prejudicaria o direito do réu à Quinta EmendaFonte:  Unsplash 

Acusado quer o direito a Quinta Emenda

O advogado do acusado já realizou requisições no tribunal de Santa Clara para interromper os procedimentos do processo da Apple, pelo menos enquanto a investigação criminal não chega a uma resolução.

Lancaster argumenta que continuar com o processo durante a investigação criminal pode prejudicar os seus direitos em relação à Quinta Emenda, que define garantias contra o abuso da autoridade estatal e institui que nenhum cidadão seja obrigado a testemunhar contra si mesmo.

“A consideração principal sobre esta moção de suspensão são os direitos da Quinta Emenda do réu e se esses direitos serão implicados pela descoberta e divulgações exigidas na ação civil”, foi revelado nos documentos legais.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.

Fontes