Saiba como consultar a garantia Apple de seus produtos

3 min de leitura
Imagem de: Saiba como consultar a garantia Apple de seus produtos
Imagem: Michal Kubalczyk/Unsplash
Avatar do autor

A Apple se tornou, ao longo dos anos, uma empresa com produtos diferenciados em questão de tecnologia. Além dos iPhone, que têm diversos modelos, versões, tamanhos e novidades, há iPad, Macbook, macOS, Apple Watch, entre outros itens que chamam a atenção dos consumidores pelas inovações e praticidades que oferecem.

Para ficar atento a todos os aspectos dos produtos, principalmente quando um deles apresentar algum tipo de falha, é preciso saber os detalhes dos termos e das condições de uso e entender como funcionam os mecanismos de garantia de cada um deles. Portanto, acompanhe nossas dicas para não perder nem um detalhe.

(Marek Levák/Unsplash/Reprodução)(Fonte: Marek Levák/Unsplash/Reprodução)Fonte:  Marek Levák/Unsplash 

Garantia Apple: saiba como funciona

De certa maneira, nenhum produto da Apple está imune a apresentar defeitos ou sofrer danos acidentais. Dessa forma, é preciso conhecer seus direitos na hora de exigir reparações, entendendo a quem recorrer quando esses problemas eventuais ocorrerem.

Na legislação brasileira, as empresas são obrigadas a oferecer garantia gratuita por 1 ano a todos os produtos que são comercializados sob sua alçada de fabricação. A loja que vende o item também precisa seguir regras específicas, bem como a marca como um todo.

Para identificar se seu aparelho ainda está protegido pela garantia da marca, siga alguns passos simples. Em iPhone, iPad, Apple TV, Apple Watch e iPod Touch, você deve buscar o número de série do dispositivo para fazer uma consulta simples no portal da Apple. Procure a ferramenta "Ajustes". Siga para "Ajustes Gerais" e toque em "Sobre". Nessa página, você pode visualizar qual versão do software está instalada, o modelo do aparelho e o número de série. Anote-o para fazer a consulta.

Já em macOS, Apple AirPods, teclados, mouses e outros periféricos, o número de série pode estar disponível em uma etiqueta colada no produto.

(Apple/Reprodução)(Fonte: Apple/Reprodução)Fonte:  Apple 

Para saber se o item em questão ainda está na garantia, acesse o site oficial da companhia, faça login com sua ID Apple e, em seguida, informe o número encontrado no dispositivo. Um código CAPTCHA pode ser solicitado para garantir que não se trata de uma consulta formulada por robôs. Faça o procedimento e clique em "Prosseguir".

De forma quase instantânea, o sistema informa alguns detalhes básicos da cobertura de suporte e serviço do produto. A data de compra válida é o primeiro item da lista que precisa ser visualizado. A partir dele, a Apple calcula o prazo de garantia, mostrando se há suporte disponível. Caso o produto ainda esteja na garantia, tenha em mãos a nota fiscal do item.

A Apple oferece dois tipos de assistência: por telefone e com técnicos especializados. E atenção: você terá gratuidade no suporte apenas se o período de consulta estiver dentro dos 90 dias após a data original da compra.

(Taylor Grote/Unsplash/Reprodução)(Fonte: Taylor Grote/Unsplash/Reprodução)Fonte:  Taylor Grote/Unsplash 

Se desejar, pode estender o prazo contratando um plano do AppleCare, mas essa ferramenta só funcionará se o período de compra não tiver vencido. Os benefícios de garantia podem chegar a 2 anos no caso de iPhone, iPad e outros dispositivos móveis e a 3 anos em computadores. Os preços variam de R$ 179 a R$ 2 mil, dependendo dos produtos e das intenções dos consumidores.

A garantia expirou. E agora?

Infelizmente, sem a garantia obrigatória oferecida pela empresa ou a contratação do serviço AppleCare, os usuários precisam recorrer a lojas especializadas e autorizadas para que seus produtos possam ser consertados quando estiverem passando por problemas e já estiverem fora da garantia. E os custos podem ser bastante altos, dependendo da gravidade da situação.

Esteja ciente de que, para que seu produto não corra riscos ainda maiores, é preciso buscar assistências técnicas que tenham o selo oficial da Apple. Lembre-se, também, de verificar quais são os procedimentos que podem ser realizados pela garantia antes de contatar a empresa.

Segundo o Código de Defesa do Consumidor (um conjunto de normas específicas da legislação brasileira ligadas à relação entre vendedores e clientes), as companhias são responsáveis por informar todas as condições de garantia claramente a quem adquirir seus produtos.

(Grzegorz Walczak/Unsplash/Reprodução)(Fonte: Grzegorz Walczak/Unsplash/Reprodução)Fonte:  Grzegorz Walczak/Unsplash 

A Apple não fornece reparo quando os produtos têm arranhões, ficam amassados e se envolvem em outros danos estéticos, quando a tela é quebrada ou imersa em água, se acessórios apresentam defeito por tempo de uso (com exceção de quando têm defeito de fábrica) ou são violados por assistências não autorizadas.

Gostou? Então verifique sua garantia o quanto antes.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.

Fontes