Google é o termo mais pesquisado no Bing, buscador da Microsoft

1 min de leitura
Imagem de: Google é o termo mais pesquisado no Bing, buscador da Microsoft
Imagem: Sharaf Maksumov/Shutterstock
Avatar do autor

O Google tem enfrentado diversos processos legais baseados em leis antitruste e esteve, nesta terça-feira (28), no Tribunal Geral da União Europeia devido a uma investigação sobre seu domínio na busca online.

A empresa se defendeu através da ideia de que seus clientes querem usar a pesquisa do Google e trouxe como evidência resultados que demonstram que o termo "Google" é a pesquisa mais popular no Bing — serviço de buscas da Microsoft —, como relata o Bloomberg.

(Fonte: Firmbee.com/Unsplash/Reprodução)(Fonte: Firmbee.com/Unsplash/Reprodução)Fonte:  Unsplash 

Alfonso Lamadrid, advogado da Alphabet, diz que as evidências enviadas mostram que "as pessoas usam o Google porque querem, não porque são forçadas". Segundo ele, a "participação de mercado do Google nas buscas em geral é consistente com pesquisas de consumidores mostrando que 95% dos usuários preferem o Google aos motores de busca rivais".

EUA e União Europeia contra Big Techs

O Conselho de Comércio e Tecnologia dos Estados Unidos e a da União Europeia pretendem colaborar para a limitação do poder de mercados das grandes empresas de tecnologia, segundo a agência Reuters, que teve acesso ao rascunho do memorando da reunião que aconteceu na quarta-feira (29).

Questões relacionadas ao combate a desinformação, proliferação de discursos de ódio, amplificação algorítmica e o acesso a dados para pesquisadores serão abordados na reunião. Além de pontos-chave, como mudança climática e acesso à tecnologia limpa, fornecimento de minerais essenciais, energia limpa e a escassez de chips.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.