Google tenta recorrer de multa e critica processo que ignora Apple

1 min de leitura
Imagem de: Google tenta recorrer de multa e critica processo que ignora Apple
Imagem: Pixabay
Avatar do autor

A Google intensificou as tentativas de reverter uma multa de € 4,34 bilhões (cerca de R$ 27 bilhões em conversão direta de moeda) aplicada pela União Europeia contra a empresa em 2018.

Desta vez, a companhia criticou os reguladores da região por ignorarem a rival Apple nas mesmas investigações. Segundo ela, a concorrente também é um nome relevante na indústria e ambas brigam pelo mesmo mercado consumidor, o que significa que o Android não é tão dominante assim quanto as acusações sugerem.

Por outro lado, os advogados da Comissão Europeia alegam que ambas as marcas possuem diferentes modelos de negócios. Além disso, a Apple possui uma fatia menos relevante do segmento de smartphones em comparação com os celulares Android, vendidos em maior quantidade e variedade.

Longo caminho pela frente

Além disso, as acusações originais contra a Google estão relacionadas especificamente em relação ao Android — como a obrigatoriedade de pré-instalar o buscador, o navegador e a loja de apps da empresa por padrão. A revisão do caso começou nesta segunda-feira (27) e o veredito final só deve ser confirmado em 2022.

Fora o processo em fase de apelação, a Google é alvo de uma segunda investigação antitruste da Comissão Europeia para saber se a marca violou regras no segmento de anúncios online.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.

Fontes