Microsoft investe na Truepic para detectar e eliminar deepfakes

1 min de leitura
Imagem de: Microsoft investe na Truepic para detectar e eliminar deepfakes
Imagem: M12
Avatar do autor

A Microsoft realizou, na terça-feira (14), um investimento milionário por meio do seu fundo de capital de risco M12, cujo objetivo é ajudar a detectar e reduzir a crescente ameaça dos deepfakes (aquelas imagens com rostos manipulados por inteligência artificial). A medida visa aumentar a proteção de segurança para fotos e vídeos armazenados em nuvem por clientes.

Nesse sentido, o M12 liderou uma arrecadação de fundos de US$ 26 milhões (cerca de R$ 136 milhões) feita para a startup americana Truepic, plataforma de verificação de fotos e vídeos. A rodada de investimentos foi classificada como série B, status que indica que a empresa emergente já alcançou um patamar de solidez e referência no mercado.

O diretor do fundo M12, James Wu, justificou o investimento afirmando que a Truepic é "pioneira na autenticação de mídia com base em proveniência". A empresa garante que, pela sua plataforma de inspeção digital Vision, já verificou milhões de fotos e vídeos em mais de 150 países, utilizando sua tecnologia de câmera de captura controlada.

Como funciona a Truepic?

Fonte: meamorworks/Shutterstock/Reprodução.Fonte: meamorworks/Shutterstock/Reprodução.Fonte:  meamorworks/Shutterstock 

O sistema de captura de dados da Truepic agrega vários campos de alta integridade em cada um dos arquivos, que são depois submetidos a uma análise para detectar vestígios de manipulação e em seguida protegidos por hash criptográfico. Após essa "selagem", o conjunto de imagens forma, junto com metadados auxiliares, o que Wu classificou como "cadeia de custódia", que permite que os arquivos permaneçam seguros antes, durante e depois da captura.

Em comunicado no site do M12, o executivo da Microsoft enfatizou que o surgimento da tecnologia de deepfakes, bem como a disponibilização global de softwares de edição de imagens sofisticados, colocou em xeque tanto os grandes veículos de comunicação quanto as empresas de tecnologia.

Nesse cenário, a aposta da Microsoft na Truepic busca a criação e manutenção de conteúdo confiável, cuidando para que qualquer manipulação de deepfake detectada, seja nas imagens em si ou nos metadados a elas associados, seja imediatamente sinalizada para o usuário.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.