Apple libera avisos sobre outras formas de pagamento no iOS

1 min de leitura
Imagem de: Apple libera avisos sobre outras formas de pagamento no iOS
Imagem: Apple
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

A Apple confirmou nesta quinta-feira (26) que vai promover uma série de mudanças inéditas em suas políticas da App Store. A partir de agora, desenvolvedores que mantêm apps na loja virtual do iOS podem se comunicar com os consumidores para avisar que é possível fazer pagamentos de assinatura e microtransações usando outros métodos que vão além da App Store.

Esse tipo de contato pode ser realizado por formas como o e-mail e exigem o consentimento prévio do usuário, que deve ser capaz também de cancelar o envio dessas mensagens. Os desenvolvedores ainda não podem utilizar um meio de pagamento próprio dentro do iOS, mas a mudança já garante uma forma de redirecionar os usuários para fora das ferramentas da loja, que exigem o pagamento de taxas.

Além disso, a busca na App Store vai continuar exibindo características como downloads, nota e comportamento do usuário por ao menos três anos. O processo de recorrer caso um app seja rejeitado na plataforma será mantido e, a partir de agora, um relatório de transparência sobre apps e desenvolvedores será publicado anualmente pela empresa. Por fim, um fundo de incentivos a pequenas desenvolvedoras também será criado para ajudar quem está começando na indústria.

Por que isso é importante?

Essa flexibilidade era bastante solicitada por vários desenvolvedores, mas só foram anunciadas por causa de uma ação judicial. Essas mudanças foram todas combinadas como parte de um acordo entre a Apple e um grupo de desenvolvedores, que processou a marca em 2019 sob a acusação de taxas altas demais, barreira de preço mínimo para apps e abuso de poder de mercado.

A briga pela ausência de avisos da Apple sobre a possibilidade de usar métodos alternativos de pagamento é um dos pontos da disputa entre Apple e Epic Games, cuja ação ainda não chegou a um veredito.

Além disso, a Maçã também é investigada em mais de um país por práticas anticompetitivas e monopólio na loja.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.