Firma de mineração de criptomedas e HPC compra 223 mil GPUs

1 min de leitura
Imagem de: Firma de mineração de criptomedas e HPC compra 223 mil GPUs
Imagem: Reprodução/Schäferle, Pixabay
Avatar do autor

Nesta quinta-feira (12), a empresa de mineração e computação de alto desempenho – sigla HPC em inglês – Northern Data anunciou a compra da Decentric Europe BV, adquirindo nada menos que 223 mil GPUs da Nvidia e da AMD instaladas em 24 mil servidores EPYC da Gigabyte.

A aquisição custou 365 milhões de euros, cerca de R$ 2,25 bilhões em conversão direta, sendo que 195 milhões (R$ 1,2 bilhões) serão pagos ao longo de 12 meses, e 170 milhões (R$1,05 bilhões) são em ações.

A Northen Data fornece soluções de infraestrutura de HPC e até data centers transportáveisA Northen Data fornece soluções de infraestrutura de HPC e até data centers transportáveisFonte:  Divulgação/Northen Data 

Uma expansão gigante

Os novos hardwares irão mais do que duplicar o poder computacional da firma, subindo de 1,29 exaflop para 2,6 exaflops FP32. Para uma comparação, o atual supercomputador mais rápido do mundo, o Fugaku, possui 1,07 exaflop.

A Northern Data pretende realizar as instalações até o final do terceiro trimestre de 2021. Além de melhorar operações de mineração, os novos equipamentos vão expandir os serviços HPC  nas áreas de renderização, inteligência artificial, blockchain e Internet das Coisas (IoT).

A empresa não informou os tipos de GPUs adquiridas, já que podem ser placas de vídeo para consumidores, usadas na mineração de Ethereum, por exemplo, ou também dispositivos desenvolvidos especificamente para aplicações HTC e de inteligência artificial.

CEO e fundador da Northern Data, Aroosh Thillainathan, afirma que este "núcleo" será alimentado 100% com energia renovável. Segundo o portal de notícias Tom's Hardware, o número de GPUs é cerca de 100 vezes maior do que a varejista Micro Center recebeu de Radeon RX 6600 XTs no lançamento.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.