iPhone e iPad serão afetados pela escassez de peças, diz Apple

1 min de leitura
Imagem de: iPhone e iPad serão afetados pela escassez de peças, diz Apple
Imagem: Unsplash
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

A escassez de chips que afeta o mercado mundial pode atingir a produção de iPhones e iPads de forma severa em breve, deixando os estoques limitados. Executivos da Apple comentaram sobre a possibilidade nessa terça-feira (27), após a divulgação do balanço financeiro trimestral da empresa.

“As restrições de oferta na cadeia de produção que vimos no trimestre de junho serão maiores no trimestre de setembro”, disse o CFO da Apple Luca Maestri, durante teleconferência com investidores. O diretor financeiro da marca enfatizou que a escassez afetará principalmente as vendas do smartphone e do tablet da Maçã.

No entanto, o executivo não deixou claro se essas restrições previstas para as próximas semanas afetarão as versões atuais ou o aguardado iPhone 13. Próxima geração do carro-chefe da gigante de Cupertino, o novo modelo tem previsão de lançamento para o mês de setembro, mencionado por Maestri no alerta.

O executivo não confirmou quais versões terão o estoque limitado.O executivo não confirmou quais versões terão o estoque limitado.Fonte:  Unsplash 

É válido lembrar que a fabricante precisou atrasar o lançamento do iPhone 12 no ano passado, por conta da pandemia do novo coronavírus, fazendo as primeiras unidades do telefone chegar às lojas em outubro. Mas desta vez, nada foi dito sobre o adiamento da estreia da nova versão, pelo menos por enquanto.

Até quando a escassez continuará?

Questionado se a falta dos componentes continuará a afetar a linha de produção da fabricante no Natal, o CEO da Apple Tim Cook disse que não faria uma previsão por agora. “Vamos fazer um trimestre por vez. Faremos tudo o que pudermos para mitigar qualquer conjunto de circunstâncias que tenhamos”, observou o líder da companhia.

Cook também comentou que as restrições de oferta enfrentadas pela Maçã são as mesmas encaradas pelas demais empresas, dos mais variados segmentos. Outro detalhe mencionado por ele é que a Apple paga um preço mais alto pelo frete, embora os custos totais dos componentes estejam caindo.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.