Anonymous acusa Elon Musk de 'destruir vidas' ao falar de criptomoedas

1 min de leitura
Imagem de: Anonymous acusa Elon Musk de 'destruir vidas' ao falar de criptomoedas
Imagem: Pixabay/Reprodução
Avatar do autor

O grupo de ciberativistas Anonymous acusou o bilionário Elon Musk de "destruir vidas" com suas postagens, memes e falas sobre criptomoedas. A acusação foi feita em um vídeo por um homem que disse representar a entidade.

Há algum tempo, o dono da Tesla tem feito a cotação das moedas digitais variar bastante. Enquanto o bitcoin já valorizou 4% depois que Musk disse ter conversado com mineradores, a Dogecoin já registrou queda de quase 40% após uma piada no programa Saturday Night Live.

No último movimento neste sentido, o valor do bitcoin caiu cerca de 7% na última quinta-feira (03), depois que o empresário brincou sobre um suposto "término" com a criptomoeda. Muita gente entendeu que a fala indicou que a Tesla venderia seu estoque de bitcoin, que é de cerca de US$ 1,5 bilhão (cerca de R$ 7,5 bilhões na cotação atual).

Acusações

O homem, que disse fazer parte dos Anonymous, afirmou no vídeo que com essas brincadeiras Musk "mostra um claro desprezo pelo trabalhador". O indivíduo disse que o empreendedor se aproveita de "uma das reputações mais favoráveis da classe dos bilionários".

"Parece que a sua missão de salvar o mundo está mais ligada a um complexo de superioridade e de salvador do que uma preocupação verdadeira com a humanidade. Isso é óbvio para os seus funcionários há um bom tempo", apontou no vídeo.

O autodeclarado ciberativista também lembrou falas de Musk em relação ao suposto "golpe" que ele daria na Bolívia. Em julho do ano passado, ele fez uma piada dizendo que "vamos dar um golpe em quem quisermos". O país sul-americano possui grandes reservas de lítio, produto utilizado nas batérias dos carros elétricos da Tesla. Em novembro de 2019 o presidente do país, Evo Morales, acabou renunciando após cobranças dos militares.

A versão original da produção, que havia sido publicado no YouTube, acumulava mais de 1 milhão de visualizações quando foi retirada do ar. Nesta segunda-feira (7), uma das republicações já alcançou mais de 125 mil visualizações.

Apesar da divulgação do material, dois grandes perfis dos Anonymous nas redes sociais reagiram de maneira diferente. Enquanto uma célula com uma conta no Twitter aberta em 2011 disse não ter envolvimento com o vídeo, uma outra republicou o conteúdo.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.
Anonymous acusa Elon Musk de 'destruir vidas' ao falar de criptomoedas