LG encerra fabricação de smartphones e tablets globalmente

1 min de leitura
Imagem de: LG encerra fabricação de smartphones e tablets globalmente
Imagem: Zain Ali (Pexels)
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

Após confirmar sua saída do mercado mobile em abril, a LG parou de fabricar smartphones e tablets globalmente. Segundo informações compartilhadas pelo GSMArena, a companhia encerrou nesta segunda-feira (31) a produção de dispositivos móveis na Coreia do Sul e em fábricas ao redor do mundo, como Brasil e Vietnã.

A empresa deixou o segmento de celulares após anos consecutivos de prejuízo no mercado. Segundo a LG, a decisão permite que a companhia foque seus esforços em outros setores, como o mercado de componentes para carros elétricos, eletrodomésticos inteligentes, IA e robótica.

Fábrica da LG no Vietnã.Fábrica da LG no Vietnã.Fonte:  GSM Arena 

Mesmo com o fim da fabricação de celulares, a empresa ainda vai oferecer suporte para aparelhos que estão no mercado atualmente. A LG cita que continuará distribuindo o Android 11 e também lançará a próxima geração do sistema para smartphones compatíveis, além de fornecer até quatro anos de patches de segurança em modelos selecionados.

Futuro das fábricas

Com o encerramento da fabricação de celulares, a empresa começou a mover seus funcionários para a produção de itens de outros setores. Segundo o site, a companhia vai realocar grande parte dos empregados no Vietnã para a linha de montagem de eletrodomésticos.

A principal fábrica de celulares da LG no Brasil, localizada em Taubaté, teve cerca de 700 demissões. A empresa resolveu fechar as instalações no interior de São Paulo e pagará R$ 37,5 milhões em indenizações aos empregados afetados.

A LG fez um acordo com o Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté.A LG fez um acordo com o Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté.Fonte:  LG 

Além dos celulares, a fábrica de Taubaté era responsável pela produção outros produtos, como monitores e notebooks, mas a linha de montagem será movida para Manaus. A empresa conta com instalações no Amazonas e anunciou hoje (31) uma expansão para comportar a fabricação de mais produtos no polo industrial.

A empresa também ressaltou que não deixará de atuar integralmente em Taubaté. Mesmo com a mudança das linhas de montagem para Manaus, a companhia ainda manterá um centro de atendimento na cidade paulista.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.
LG encerra fabricação de smartphones e tablets globalmente