Governo muda regra e empresas poderão financiar programa Wi-Fi Brasil

1 min de leitura
Imagem de: Governo muda regra e empresas poderão financiar programa Wi-Fi Brasil
Imagem: Gesac
Avatar do autor

O Ministério das Comunicações autorizou a captação de recursos de terceiros para ajudar no financiamento ao programa Wi-Fi Brasil, anteriormente conhecido como Governo Eletrônico -Serviço de atendimento ao cidadão (Gesac).

A partir de uma portaria publicada no Diário Oficial da União da última segunda-feira (26), entidades de outros setores, órgãos públicos e até mesmo empresas privadas podem ajudar o programa com recursos, permitindo que localidades remotas ou sem estrutura recebem banda larga no país.

A iniciativa foi necessária porque o próprio governo cortou R$ 38 milhões do setor de inclusão digital no orçamento federal para 2021. Além disso, a Telebras, que comanda o satélite nacional responsável por fornecer a conexão, pode ser privatizada no ano que vem e operar a partir de uma parceria.

Primeiro parceiro

Segundo a Agência Brasil, o Banco do Brasil já confirmou que vai participar do financiamento nessa primeira rodada de novas parcerias.

Segundo o Banco do Brasil, até 500 municípios do interior com "pouca ou nenhuma conexão de internet" receberão pontos gratuitos de acesso de alta velocidade como parte do novo contrato. Com isso, mais de 3,5 mil cidades serão atendidas pela iniciativa.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.
Governo muda regra e empresas poderão financiar programa Wi-Fi Brasil