Apple: headset de realidade aumentada terá biometria de íris

1 min de leitura
Imagem de: Apple: headset de realidade aumentada terá biometria de íris
Imagem: Apple
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

A Apple deve lançar um headset de realidade aumentada em 2022 com funções avançadas de reconhecimento facial, de acordo com o analista Ming-Chi Kuo. O suposto "Apple Glasses" teria ferramentas para identificar a íris do usuário e mapear movimentos dos olhos.

De acordo com o especialista, que possui fontes próximas da companhia, o headset conseguirá identificar para onde o usuário está olhando, além de movimentos como piscadas. O reconhecimento de íris deve funcionar como uma forma avançada do Face ID, identificando o usuário logo ao ligar o dispositivo.

Conceito do Apple Glass compartilhado pelo 9to5Mac.Conceito do Apple Glass compartilhado pelo 9to5Mac.Fonte:  9to5Mac 

As funções devem aprimorar o uso do headset sem as mãos. O reconhecimento de movimentos do olho pode trazer comandos como encarar parte da interface para reproduzir vídeos ou avançar páginas, de maneira similar ao que já acontece em aparelhos atuais de realidade virtual.

A habilidade de reconhecer o local que o usuário está olhando também pode ser utilizada para aprimorar o desempenho do headset. De acordo com 9to5Mac, o dispositivo pode focar a performance do hardware nos locais que estão dentro do campo de visão.

As partes do conteúdo e interface que estão fora da visão do usuário teriam a qualidade diminuída para poupar o poder do processador e placa de vídeo do headset. Além de melhorar o aquecimento do hardware, a solução pode garantir mais longevidade aos componentes do aparelho.

O headset pode ter um chip similar ao Apple M1.O headset pode ter um chip similar ao Apple M1.Fonte:  Apple 

Segundo especulações, o produto contará com telas Micro OLED de alta resolução e pode chegar ao mercado com um chip feito aos moldes do Apple M1.

Possível preço

Até o momento, a Apple não comentou oficialmente sobre o assunto e o headset de realidade aumentada ainda não foi confirmado. No entanto, se os palpites de Kuo estiverem corretos, a empresa deve revelar o dispositivo nos próximos meses.

O analista acredita que o produto será lançado em 2022 pela Apple e terá preço na casa dos US$ 1.000. Ou seja, o headset pode chegar ao mercado com valor similar aos iPhones de alto desempenho da atualidade.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.

Fontes