Elon Musk supera Jeff Bezos e se torna a pessoa mais rica do mundo

2 min de leitura
Imagem de: Elon Musk supera Jeff Bezos e se torna a pessoa mais rica do mundo
Imagem: Reprodução
Avatar do autor

Elon Musk se tornou, oficialmente, a pessoa mais rica do planeta nesta quinta-feira (7). Com uma fortuna avaliada em US$ 188 bilhões, o empresário ultrapassou Jeff Bezos, CEO da Amazon, com seus "meros" US$ 187 bilhões. "Que estranho", postou em seu perfil no Twitter. "Bem, vamos voltar ao trabalho", complementou na publicação.

A novidade marca mais um capítulo de um longo histórico de rivalidade entre ambos. Só para se ter uma ideia, Bezos teria se frustrado com o pacote de incentivos de US$ 1,3 bilhão concedido a Musk pelo estado de Nevada (EUA) para a construção de sua nova Gigafactory, e este teria sido o motivo que o levou a realizar um verdadeiro concurso voltado a cidades interessadas na instalação do segundo centro de operações da Amazon em seus territórios.

Além disso, Elon foi bem-sucedido na aquisição de um imóvel da NASA concorrendo com o próprio Jeff; como os dois têm empresas espaciais (Blue Origin e SpaceX), a briga, claro, levou a uma troca de farpas quanto às tecnologias que desenvolvem no setor.

Não é segredo, entretanto, a ascensão meteórica do também dono da Tesla: bastaram poucas semanas para que ele fosse do segundo lugar do ranking Bloomberg’s Billionaires Index, atingido em novembro de 2020, para o primeiro, hoje.

"Pobre em dinheiro, financeiramente ilíquido"

Musk é proprietário de 20% das ações da Tesla, e a valorização da companhia ao longo do ano passado foi uma das grandes responsáveis pela conquista anunciada nesta tarde. A produção em massa de veículos elétricos e o crescimento do interesse da população na aquisição desses produtos contou muitos pontos a favor de suas cifras, sem contar que a pandemia deu uma ajuda e tanto no aumento de sua fortuna pessoal, algo comum a muitos bilionários.

Apesar de todo esse poder, Elon declarou, em 2019,  ser "pobre em dinheiro" e "financeiramente ilíquido", ano em que cogitou vender "quase todos os bens físicos" que possuía, principalmente por aplicar grande parte do dinheiro que recebe em novos empreendimentos – ação que teria possibilitado, por exemplo, a criação de suas duas empresas principais quando se tornou milionário há alguns anos.

Pobre em dinheiro e financeiramente ilíquido. Foi assim que Musk se autodeclarou em 2019.Pobre em dinheiro e financeiramente ilíquido. Foi assim que Musk se autodeclarou em 2019.Fonte:  Reprodução 

Lembrando que o ranking elenca fortunas conhecidas, não aquelas que fogem de registros tradicionais, e que há aqueles, como Vladimir Putin, presidente da Rússia, e Mohammed bin Salman, príncipe da Arábia Saudita, que certamente não ficariam de fora do pódio, com somas que chegam a ser consideradas incalculáveis.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.
Elon Musk supera Jeff Bezos e se torna a pessoa mais rica do mundo