Apple vai pagar US$ 113 milhões para encerrar caso 'BatteryGate'

1 min de leitura
Imagem de: Apple vai pagar US$ 113 milhões para encerrar caso 'BatteryGate'
Imagem: 9to5Mac
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

A Apple finamente resolveu as pendências jurídicas do caso "BatteryGate", que tomou os tribunais dos Estados Unidos durante os últimos dois anos. A empresa concordou em pagar uma multa de US$ 113 milhões após diminuir sistematicamente a performance dos iPhones, com a justificativa de que a ação melhoraria a vida útil da bateria dos celulares.

O pagamento será realizado para mais de 30 estados dos Estados Unidos, que dividirão a indenização para encerrar as inúmeras ações legais relacionadas ao caso. A multa foi decidida após investigações apontarem que a empresa estava ciente dos problemas, causando violações ao código de defesa do consumidor.

A Apple justificou a redução de performance dizendo que a ação melhoraria a vida útil da bateria dos iPhonesA Apple justificou a redução de performance dizendo que a ação melhoraria a vida útil da bateria dos iPhonesFonte:  9to5Mac 

Segundo Mark Brnovich, advogado responsável pelas investigações, a Apple omitiu detalhes sobre a atualização do iOS que diminuía o desempenho dos iPhones. Além da multa, a empresa foi aconselhada a "fornecer informações verdadeiras" sobre a performance e vida útil de seus celulares.

BattetyGate

O "BatteryGate" começou a ganhar destaque em 2018, quando a Apple foi processada por lançar duas atualizações de sistema que reduziram o desempenho de certos modelos dos iPhones. A empresa confirmou que estava diminuindo a performance de alguns smartphones desde 2016, mas sem avisar os consumidores.

Durante o ano de 2018, logo após a fabricante confirmar a situação, mais de 60 processos foram abertos por causa do corte de desempenho nos celulares mais antigos. Além disso, a empresa recebeu uma ação coletiva, em 2019, pelo mesmo motivo.

Antes de concordar em pagar US$ 113 milhões para fechar o caso, a Apple já havia sido condenada a indenizar os clientes afetados pelo problema. Neste ano, a empresa pagou US$ 25 para cada usuário que se sentiu lesado pela atitude da fabricante, em um valor total que de até US$ 500 milhões.

News de tecnologia e negócios Deixei seu email aqui, e welcome to the Jungle.

Fontes

Apple vai pagar US$ 113 milhões para encerrar caso 'BatteryGate'